23 janeiro 2013

Resenha Nacional: Calisto - L.E Haubert

Calisto

Quando a noite cair, as brumas elevarem-se, a lua estiver banhada em sangue e as insígnias despertarem não restará opção se não lutar. Você não pode fugir de quem é do seu destino ou os demônios encontrados, e não poderá desistir porque terá sempre alguém a espreita. As cinco insígnias juntas são invencíveis, separadas devastadoras. Resista, combata, enfrente, acima de tudo conheça a si mesmo para descobrir se você está pronto para desvendar os mistérios. Draco, Lucas e Kalí possuem cristais, possuem força e não desistirão até Arrarock estar salva novamente. O preço mais caro sempre é pago pelos heróis. Acompanhe-os nesta jornada. Skoob



Autora: L.E Haubert
Editora: Novo Século (Novos talentos da literatura Brasileira)
Páginas: 208
Nota: 3,5/5

Calisto nos leva a terra de Arrarock, onde dois jovens de vidas diferentes, estarão ligados a um único propósito: salvar Arrarock. O livro começa contando sobre uma guerra no passado, causada por um grande inimigo da população, onde teve muitas perdas e sofrimentos. Depois somos levados as histórias dos jovens guerreiros, onde alterna entre Draco e Lucas, mas conhecemos primeiro a história de Draco, um jovem do campo que trabalha arduamente para ajudar sua mãe, Joanne, a trazer comida para casa. Ele é um menino calmo, meigo, gentil e responsável, mas quando encontra uma pedra misteriosa sua vida começa a mudar. Essa pedra é uma insígnia enfeitiçada.

Existem cincos insígnias pelas terra de Arrarock ,onde foram dadas pelos deuses, mas depois da guerra que quase destruiu essa cidade no passado, elas foram separadas ,pois juntas oferecem um grande risco, já que possuem um extremo poder. Draco aos poucos vai descobrindo mais sobre elas e terá ajuda de algumas pessoas para poder sobreviver, já que muitas pessoas fariam de tudo para ter essa pedra amaldiçoada.

Lucas é um menino solitário e imprudente que cresceu sem o amor de uma família, só que quando ele encontra um dragão, a Niège, ele vai perceber que nem tudo está perdido. Na verdade, acho que foi Niège que o encontrou já que no livro diz que o dragão que escolhe seu guerreiro. Ao longo dos capítulos percebi a conexão entre dragão e homem, e nessa hora lembrei muito de Eragon, pois a relação de Eragon e Safira é muito parecida com os dois. E uma outra semelhança é que Niège e Safira são fêmeas, então não tem como não comparar os dois.

No decorrer do livro percebemos que mesmo que Draco e Lucas não se conheçam, ambos terão que enfrentar o pior dos inimigos e perceberão que não podem fugir de seus destinos, já que ele foi designado pelos deuses. O grande inimigo de Arrarock é Volker, um mago que traiu sua terra para tomar as cincos insígnias para si, com o objetivo de se tornar o grande líder e dominar Arrarock para sempre.

O livro possui vários seres místicos, como os elfos, os Racias, os sílfides, os Capri, entre outros. Calisto possui uma rica exploração de magia e conhecimento sobre tal. Mas as primeiras páginas do livro eu não consegui me interagir com a história, onde tive uma certa dificuldade em ler, só que depois lendo e entendo mais sobre a história pude apreciar mais a leitura. Um outra coisa que me incomodou é que notei vários erros de digitação, acho que na revisão deixaram escapar, mas nada que atrapalhe a leitura.

O livro tem mistério, traição, magia, aventura, medo e perigo para esses jovens heróis. Os últimos capítulos do livro me deixou com expectativa para a continuação. O segundo volume da Trilogia se chama Sohuem, eu já recebi de cortesia da autora é assim que ler posto resenha aqui.

Quotes:
''O maior erro dos humanos é se esquecerem que lendas não foram moldadas pela imaginação de um artista,mas,sim,recriadas de fatos longínquos e reais.''
'' Ao seu nome ser pronunciado,reconheceu a voz,a reconheceria no inferno...''


7 comentários:

  1. Gostei da resenha amiga. Esse livro tem tudo me encanta, a começar por magia e dragões, e fiquei bem interessada em ler. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, Jessy! Gostei de saber que há muita magia nesse livro, incluindo seres místicos. Não conhecia o livro. Ah, e também fiquei com um dó danado do Lucas, em saber que ele cresceu sem o amor de uma família.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o quote: "O maior erro dos humanos é se esquecerem que lendas não foram moldadas pela imaginação de um artista,mas,sim,recriadas de fatos longínquos e reais."
    Faz total sentido!

    bjoos
    http://www.porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa, achei o livro sensacional!!!!!!!!!!! Eu quero muito esse livro! nossa! Lembrei de pokemon <333 algo que amo até hoje, a tal das insignias, é muito interessante isso numa historia, eu realmente adoro, quero acompanhar os personagens, sei que eles vão sofrer bastante até conseguirem o que querem, pq quem paga esse preço são os herois né, fazer o que, mas é isso, deve ser uma jornada cheia de misterios e coisas legais, quero mt mt mt ler!!!!
    @RodrigooLessa

    ResponderExcluir
  5. OI... Parabéns pela resenha... este não é um estilo de livro que eu goste muito de ler, o que nao me impede de mudar de ideia! Quem sabe um dia eu tenha a oportunidade.
    Bjs
    Meu blog se vc quiser visitar :P
    http://mensagensreflexoesemais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha e o livro parece ser muito bom, Eragon eu adoro, então com esse não sera diferente, aguardando ansiosa pela 2º resenha!

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, e em partes eu concordo plenamente com você, acho que a digitação deixou muito a desejar. Creio que falte muito para o livro virar uma ótima leitura, mas mesmo assim a história em si é muito rica e o conteúdo "místico" do livro foi muito bem estudado porém pouco desenvolvido.

    http://maravilhosasdescobertas.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014