12 fevereiro 2013

Entrevista - Thiago Assoni

Bom Tarde pessoal ! Trago a entrevista com o  Thiago Assoni , autor do livro Crazy Mary .

1 - Bem, primeiramente, falem um pouco sobre você Thiago.
Sobre mim? ( risos ) Sou muito narcisista pra dizer, melhor pularmos essa. Costumo dizer que sou meio chato, um tanto antissocial. Mas gosto de conversar com o povo, sabe? É tipo aquela música da Pitty que diz: “Eu sou uma contradição e foge da minha mão fazer com que tudo o que eu digo faça algum sentido.”.

2 - Quando decidiu que queria ser escritor?
Não sei se eu decidi ainda. Não quero levar isso como uma profissão. Eu só escrevo por que gosto. Só isso.

3 - E a sua família te apoiou nessa escolha?
Não sei dizer exatamente. Contra ninguém é. ( risos ) Tendo em vista que a capa do livro foi toda estilizada pela minha prima, Ellen Sanches, que é designer gráfico. Então acho que sim.

4 - De onde surgiu a ideia de Crazy Mary? 
Foi de uma pergunta que eu me fiz assim que ouvi a música CRAZY MARY. Conta a história de uma velha que mora numa casa de papelão na beira da estrada. Aí, me perguntei: Por qual razão ela ficou doida e foi morar ali? TCHAARAAM!

5 - A música Crazy Mary da Victória Williams foi uma grande inspiração para o livro, mas porque escolheu essa música? Ela tem um significado importante pra você?
Primeiro: Não escolhi a música. Acho que foi ela quem me escolheu.  Eu conheci a música com o Pearl Jam, só soube que era da Victória depois. Sempre a achei muito bonita, uma melodia triste e meio dark, mesmo sendo grunge. Não tem nenhum significado importante pela escolha. Só aconteceu. 

6 - Agora sobre a protagonista, Mary, você se inspirou em alguém para criá-la? Em alguma personagem de um filme, de um livro ou de uma mistura?
A Mary é uma mistura de personalidades. Nenhuma que faça parte do meu círculo de amizades ou coisa assim. A imagem dela seria como a Avril Lavigne com a Taylor Momsen.  E não posso falar mais, se não solto um spoiler... ( risos )

7 - O livro é um terror psicológico, você sempre deixou bem claro que se inspirou em Joe Hill e Stephen King, autores consagrados nesse tema. Mas existe algum outro autor que você se inspirou?
Eu conheço escritores nacionais que são ótimos! Com alguns eu tenho contato, até. A Giulia Moon, por exemplo, sempre muito querida! Nazarethe Fonseca sempre presente, mesmo lá longe. Vários outros também: Adriano Siqueira, o Kizzy Ysatis, Martha Argel... Grandes nomes da literatura atual. Mas, no CRAZY MARY, nenhum deles influenciou. A escrita é muito americanizada mesmo, não nego. Joe Hill me inspirou com os livros e o Stephen King com o filme “A Janela Secreta”. 

8 - Você tem algum novo projeto que posso nos contar?
Tenho vários, na verdade. Estou trabalhando em dois. Mas, ainda é cedo pra falar algo sobre eles, pois nem eu mesmo sei o que vai acontecer ainda. Estou com a ideia de fazer citações de Edgar Allan Poe em um deles, isso é tudo o que posso soltar por enquanto. 

9 - Você gosta de ler que tipos de livros? Cite alguns de seus autores favoritos.
Sou apaixonado por Vampiros. Mas, os de verdade mesmo! Que matam e morrem se for preciso. Os da Anne Rice, Bram Stocker. Esse tipo de vampiro.Vampiros de escritores nacionais estão seguindo esse estilo que citei.
- Kaori, da Giulia Moon, por exemplo, é bem assim: romântica, delicada e mortal!
-  Jan Kmam, da Nazarethe Fonseca em Alma e Sangue é apaixonante e tortuoso.
- Luar, em O Clube dos Imortais do Kizzy Ysatis é tão clássico e sombrio. Lindo!
Tem livro demais pra eu citar. Mas esses três são bem especiais. Gosto muito deles. 

10 - O que você diria para aqueles que querem ser escritores no futuro? E como lidar com esse sonho?
É complicada essa parte, né? Qualquer coisa que eu disser aqui pode iludir ou acabar com o sonho de alguém. ( risos ) Mas acho que é preciso ler muito! Precisa gostar de ler. Leiam clássicos também, não só best-sellers com tons de cores variadas não. E, depois disso, pratique a escrita. Escreva muito, apresente para os amigos, pessoas próximas. Professores sempre ajudam bastante – pelo menos os meus ajudaram. 
E como lidar com esse sonho? Bom, não vá pensando que publicar um livro vai te fazer rico não, tá? E acho que essa é a última coisa que penso, de verdade. O legal é ser reconhecido, ver seu trabalho ir adiante. Manter a humildade, não deixar subir pra cabeça. Essas regras básicas para qualquer coisa da vida. É lindo ser escritor, se você souber ser um. Não é difícil, vocês vão saber como lidar com isso. 

11 - O que é ser escritor pra você? E qual a parte mais difícil dessa profissão?
Como disse antes, ser escritor não é minha profissão. Clarice Lispector disse que ter isso como profissão é ter compromisso com escrever. E compromisso lhe impõe responsabilidades, seguir regras e blah blah blah... Não quero isso pra mim. Eu realmente escrevo por que gosto disso. Tanto que nem vou seguir a mesma linha. Eu sento e deixo a história ser criada, converso com os personagens. Quando vou ver, está saindo um terror, ou romance, ou um drama. As coisas fluem.

12 - Obrigada pela entrevista Thiago e desejo muito sucesso para você. E , se não for incomodo ,deixe uma mensagem para os leitores do blog.
Eu que agradeço, imensamente! E deixo um recado para que leiam mais escritores nacionais! Tem uma safra maravilhosa chegando aí, vale muito a pena conhecer. Só com o incentivo de vocês é que vamos conseguir seguir. Fiquem espertos! Brasil está em alta, galerinha! Mais do que estar na moda, precisamos valorizar de verdade o que é nosso!  Grande abraço a todos do Leitora Sempre!

3 comentários:

  1. Gostei da entrevista Jessy e fiquei bem interessada em Crazy Mary. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá Jéssica! Ótima entrevista, eu não conhecia o autor e gostei de saber mais sobre ele e Crazy Mary.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jéssica!
    Adorei a entrevista. Pude conhecer um pouco mais o Thiago, e pude perceber que ele é um cara bacana. Fiquei com mais vontade de ler Crazy Mary.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014