Livros Que Viraram Filmes: P.S. Eu Te Amo - Cecelia Ahern

P.S.  Eu Te Amo


Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.Skoob






Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Nota: 5/5

Fiquei pensando aqui em qual seria o melhor para resenha e acabei optando por um dos meus favorito, quando me deparei com ele estava passando por algo similar ao da personagem, então de cara me chamou atenção a historia, o livro é ‘’P.S EU TE AMO’’ de Celicia Ahern. Holly e Garry era o tipo de casal que ficariam velhinhos juntos e se amando, porém após 15 anos de casados, Garry morre decorrente de um tumor deixando seu amor totalmente sozinha e sem rumo, sem saber como lidar com aquela situação. O mundo de Holly sai totalmente do eixo e mesmo que a família e amigos tentassem ajudar nada conseguia fazer ela se sentir melhor. Como ajudar alguém que perdeu sua alma gêmea? Seu sofrimento era latente.

Porém o amor de Garry era tão forte e grande que só ele poderia ajudá-la, ele era o único que sabia exatamente o que Holly precisava. Ele materializou uma ideia que teve numa conversa descontraída com amigos, resolveu escrever uma espécie de lista com coisas que Holly deveria fazer após sua morte, Escreveu 10 cartas, uma para cada mês do ano onde lá ela encontraria o que fazer para seguir em frente e se refazer. Ele sabia que ela precisaria dele mais do que tudo e essa foi uma forma de continuar presente por mais algum tempo, era uma espécie de roteiro de vida pós-Garry.

Quando comecei a ler, embora me identificando muito com a historia (embora eu não tenha tido a sorte de ter cartas para me ajudar) achei que seria um pouco cansativo por conta do livro ser meio grossinho, mas ao começar a ler me envolvi demais, me surpreendi com uma narrativa simples, onde o amor é visto de uma forma sublime. A cada página o amor transborda, sem dúvida a autora conseguiu expor o que queria, um amor que não é egoísta e mesmo na dificuldade pensa no bem estar do outro.

Gostei bastante dos personagens, uma família que embora cheia de diferenças, se ama e apoia uns aos outros, amigas leais, todos com papeis chave no desenrolar da historia, mas o que ganhou meu coração e teve papel importantíssimo na recuperação de Holly foi Daniel, além de ser um gato era amigo e fofo.

A história teve um ritmo bom, descreve bem os momentos de Holly pós-morte de Garry com riqueza de detalhes, sua recuperação é visível a cada pagina, é uma leitura simples e agradável. P.S eu te amo foi adaptado a filme e confesso que achei estranho, foi modificado demais e acabou ficando completamente diferente, não fez jus ao livro. Recomendo demais a quem esta afim de uma boa leitura e que deseje se emocionar com um amor que ultrapassa os limites da morte. Boa leitura !

Quotes:
"Holly ficou sentada ali por um bom tempo, observando a vida passar. Adorava pegar partes das conversas dos outros enquanto estes passavam; assim, podia ter uma ideia do que acontecia na vida alheia. Adorava adivinhar a profissão das pessoas, para onde estavam indo quando passavam, onde viviam, se eram casadas ou solteiras..."
''Era bom ter lembranças, mas elas não podiam ser tocadas, não tinham cheiro nem forma. Elas nunca eram exatamente como no momento em que se aconteciam, e desapareciam com o tempo.''


 

8 comentários:

  1. Oie :)

    Nossa quero muito ler esse livro , todos dizem que ele sim é um romance de verdade e rasgam elogios .. então !!!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Oi Jessica!
    Eu li esse livro há muitos anos, quando ele foi lançado pela primeira vez, antes de esgotar e se tornar um livro raro hehehe...
    Eu me apaixonei por ele naquela época e hoje continua sendo um dos meus favoritos. Eu também adoro essa questão familiar da história, mas, diferentemente de você, meu coração sempre foi do Gerry, não do Daniel hehe!
    Eu esperei quase 2 anos pra ver o filme, então assisti logo que estreou. Apesar de todas as diferenças e de praticamente ter tomado um rumo próprio, eu também sou apaixonada por ele. É o típico caso em que amo livro e filme, cada um com suas particularidades.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Oi Jessica! Eu não tenho vontade de assistir o filme, mas o livro quero ler. Acho que deve ser muito emocionante acompanhar a trajetória da protagonista, que pelo visto não é nada fácil. Boa semana.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. O filme eu vi e adorei, não gosto muito de romance, mas esse é muito bom. O livro eu nunca li, achei o filme tão bom que fico com medo do livro ser meloso demais... rs

    Bjão!

    livronasmaos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro, já me falaram que o livro e o filme são totalmente diferentes! Mais quer ler! Bjos

    ResponderExcluir
  6. Gostei do post. Contrariando muitas opiniões, acabei gostando mais do filme do que do livro. O livro é emocionante e tudo o mais, mas o final...decepcionante. Já o filme, apesar de todas as modificações feitas, ficou bem mais bacana e coerente com a história. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  7. Ahhh, o filme desse livro é tão lindo. Eu não tenho estrutura para ler esse livro, tenho certeza que vou desidrata como no filme e acho que até mais, já que ele deve ter mais detalhes e cenas emotivas. Não sei, eu compraria, mas teria que me preparar antes. kkkkkkkk

    Bjs, @dnisin
    http://www.seja-cult.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi! Queria ler este livro, parece ser bem tocante e ao mesmo tempo, triste. Não vi o filme ainda, e não sei se o verei antes de efetuar a leitura. Espero gostar!
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!