01 junho 2013

Resenha: O Duque e Eu - Julia Quinn




Simon Basset, o irresistível Duque de Hastings, arquitetou um plano para livrá-lo das mães da sociedade que só pensam em casá-lo com suas filhas: um noivado falso com a adorável Daphne Bridgerton. No entanto, a atraente srta. Bridgerton logo se esquece de que a corte do rapaz é uma farsa. Agora, ela precisa fazer o impossível: resistir à tentação de entregar seu coração ao belo encrenqueiro que jurou nunca se casar. Skoob






Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Nota: 5/5

O Duque e Eu é um livro enigmático e maravilhoso de ser lido. Desde quando soube que a Arqueiro iria lançar os romances de épocas queria desesperadamente esses livros. Recebi O Duque e Eu através da parceria com a editora. Nesse livro conhecemos a história de Simon Basset, o duque de Hastings. Nos primeiros capítulos do livro conhecemos sua infância infeliz. Seu pai sempre desejou um herdeiro, mas sua mãe sempre abortava e quando Simon nasceu o duque festejou por horas, mas com o passar dos anos Simon não conseguia falar e logo descobriu que era gago o que deixou o duque uma fera e fez com que rejeitasse Simon por toda vida.

Simon se dedicou muito e com o tempo aprendeu a falar naturalmente, onde se transformou no imponente e precioso duque de Hastings. Depois de muito tempo viajando ele volta para Londres, sua cidade de origem. Seu melhor amigo é Anthony Bridgerton.

Daphne Bridgerton é a quarta filha de oitos filhos, sendo a mais velha das meninas. Violet Bridgerton, mãe de Daphne, é uma senhora que gerou muitos filhos, além de Daphne tem Anthony, Benedict, Colin, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth.

Daphne e Anthony sofrem com as mães casamenteiras, pois sendo Daphne a mais velha das irmãs e Anthony o mais velhos dos irmãos são pressionados a casarem logo. Simon se torna o alvo de todas as mães de Londres, e para afugentar essas mulheres enlouquecidas resolve cortejar a jovem Daphne. Os dois fingem estar apaixonados para que Simon fique longe das alcoviteiras e Daphne possa ser mais apreciada pela sociedade e tenha a oportunidade de escolher um homem decente para casar.

Só que Daphne começa a confundir os sentimentos e logo perceberá que não conseguirá fingir mais esse noivado falso, já que deseja secretamente que seja verdadeiro. Além de ter que lidar com isso Daphne terá que lidar com seu irmão Anthony, que não gostará nenhum um pouco de vê sua irmã sendo cortejada por seu melhor amigo. Um livro instigante e maravilhoso, que faz o leitor se apaixonar por esse casal logo de cara. A sintonia entre eles é bem marcante, além de que podemos conhecer um pouco da adorável família Bridgerton, que são uma família unida e leal.

Também não posso deixar de comentar de uma personagem que me fez rir em quase todo começo de capítulo, a Lady Whistledown. Essa personagem é colunista de um jornal e sua coluna são as ‘‘Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown” . A Lady traz em suas crônicas uma ousadia e sarcasmo instigantes. Ela escreve acontecimentos que ninguém teria coragem de escrever, mas que deixa tanto os leitores quanto os personagem da trama impressionados com sua sagacidade. Não sabemos quem é Lady Whistledown, mas tenho minhas dúvidas. Espero que nos próximos livros ela esteja de volta, pois suas crônicas são excelentes e também quero descobrir quem é.

“Dizer que os homens podem ser teimosos como mulas seria um insulto às mulas”.
Crônicas da sociedade de Lady Whistledown, 4 de junho de 1813

O Duque e Eu é o primeiro de oito livros. Cada livro dessa série conta a história de um dos filhos da senhora Violet Bridgerton. O próximo livro é O Visconde Que Me Amava e traz a história do primogênito Anthony.

Quotes:
''Eu quero um marido. Uma família. Não é tão bobo quando se pensa nisso. Sou a quarta de oito filhos. Só conheço famílias grandes. Não sei se saberia existir fora de uma.''
'' Era emoção, pura e absoluta, uma mistura bizarra de alívio, alegria, desejo e temor. E ele, que passara a maior parte da vida evitando sensações confusas, não tinha ideia como agir em seguida.”
 



8 comentários:

  1. Oie :)

    Nossa eu estou com tanta vontade de ler esse livro que nem me importo de ser uma série de oito, beijos :D

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D)

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Jessy! Estou ansiosa para ler O Duque e Eu! Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha, amiga! O livro realmente aparenta ser ótimo e eu fiquei muito interessada em ler. O que me fez ficar de boa aberta foi a quantidade de livros... OITO! É muita coisa!
    Mas se é bom, vale a pena.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro Jess , achei uma gossip girl para adultos, rs.
    Adorei o humor do duque e da Daff , estou super ansiosa pelo proximo.

    beijos

    Ana
    @blogeuleitora
    www.euleitora.com.br

    ResponderExcluir
  5. A Arqueiro apostou muito bem nesses romances históricos! O Duque e eu me parece ser um livro muito envolvente e chamativo, a começar por essa capa! Pela resenha pude notar ótimos pontos que vão me deixar apaixonada pelo livro!

    Beijos

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
  6. Ahhh, o queridinho do momento!! Eu adoro romance histórico e já conhecia esse livro de banca, mas ainda não li. Agora que eu to lendo as resenhas e ficando por dentro das coisas, to louca pra ler, espero que leia logo.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  7. Adoro romances de época e a Arqueiro mandou bem nesses últimos lançamentos. Parabéns pela resenha, adorei! E claro, quero muito ler este livro. Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Não sou muito fã de romances, mas é só falar de coisas "de época" que já me encanto de cara! Não sabia do que se tratava esse livro, mas gostei bastante da sua resenha e ele parece ser realmente muito bom. Já quero na minha estante!
    (let-itbela.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014