15 novembro 2013

Resenha: O Visconde Que Me Amava - Julia Quinn

O Visconde Que Me Amava
A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração. Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis. Skoob / Orelha de Livro

Autora: Julia Quinn
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Nota: 5/5 FAVORITO

O Visconde Que Me Amava é a continuação de O Duque e Eu da autora Julia Quinn, publicado pela Editora Arqueiro. O livro nos conta a história de Anthony Bridgerton, o visconde e primogênito da família. Desde a morte de seu pai ele assumiu a responsabilidade de cuidar da fortuna e da família. Em O Duque e Eu, conhecemos um pouco da personalidade dele, mas é neste segundo livro que descobrimos seus pensamentos mais íntimos e obscuros.

Anthony Bridgerton é um homem com H maiúsculo, que sabe o que está fazendo e tem uma ousadia e sagacidade impressionante. Ele é firme, inteligente, mas sabe se rude, muito protetor e sarcástico quando é necessário. 

“(...) há libertinos e Libertinos. Anthony Bridgerton é um Libertino. (...) Um Libertino com l maiúsculo sabe que é um perigo para as mulheres. Não se gaba das próprias proezas, pois não precisa. Sabe que homens e mulheres cochicharão a seu respeito e, na verdade, preferia que não fizessem isso. Ele sabe quem é o que fez. Relatos detalhados são, em sua opinião, redundantes.
Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown, 24 de Abril de 1814.”

Anthony é considerado um dos piores libertinos de Londres, mas surpreendentemente decide se casar e sua principal pretende é Edwina Sheffield, a debutante mais encantadora e linda da temporada de 1814. Mas a irmã mais velha de Edwina, Kate Sheffield, não vai permitir que ele corteje sua irmã já que conhece a reputação dele. Anthony terá ainda mais problemas, porque Edwina só irá se casar com alguém que Kate aprove.

''O senhor não é o tipo de homem com quem eu gostaria de ver minha irmã se casar. (...) O senhor é libertino. Um patife. Na verdade, é conhecido pelas duas coisas. Eu jamais permitiria que minha irmã ficasse a menos de 3 metros do senhor.''

Kate Sheffield não é uma mulher que aceita ordens tão facilmente, onde não tem papas na língua para falar o que pensa, mesmo que seja bastante educada usa a ironia para dizer o que quer. Kate é uma mulher forte e corajosa, mas como qualquer pessoa tem seus medos e anseios. Ela também está debutando na temporada, mas por ser mais velha e por se considerar muito inferior na questão da beleza sabe que provavelmente não se casará com ninguém.

A mãe de Kate morreu quando ela era criança e seu pai preocupado com o futuro da filha pequena decidiu se casar novamente. A madrasta de Kate, Mary, acabou tendo Edwina e posteriormente o pai das meninas veio a falecer, mas Mary cuidou delas com muito amor, e sempre cuidou de Kate como muito carinho e nunca a tratou diferente em relação a Edwina. 

No começo a relação de Anthony e Kate é irritadiça, já que os dois não suportam a presença um do outro e sempre tem uma tensão entre eles, mas aos poucos eles começam a perceber que ambos se sentem atraídos e essa situação será intensa e confusa, pois Anthony precisa se casar com Edwina. Ele deseja uma esposa doce, delicada, bonita, mas não quer encontra o amor e mesmo achando a irmã de Kate linda sabe que não se apaixonará por ela, por isso Edwina seria a esposa perfeita para ele. Anthony e Kate sempre que estão juntos acabam brigando e ele não é nenhum um pouco delicado com Kate e usa de palavras ofensivas para tentar esquecer a atração que sente por ela, mas também tem momentos que mostra seu lado doce e sincero. O problema de Anthony é que ele está acostumado com mulheres que façam o que ele deseja, mas Kate sempre faz o contrário e não aceita receber ordens do visconde.

“E havia Kate Sheffield. A maldição de sua existência. E objeto de seus desejos. Ao mesmo tempo. Que confusão... Ele deveria cortejar a irmã dela, pelo amor de Deus. Edwina. (...) Em vez disso, ele não conseguia parar de pensar em Kate. Que, ao mesmo tempo que o enfurecia, conquistara seu respeito.” 

No decorrer da historia vão surgindo vários momentos entre Anthony e Kate, onde eles acabam se conhecendo melhor e uma centelha de emoções vai aparecendo, mas vocês terão que ler o livro para descobrir o que acontecerá com esses dois.

E eu não poderia esquecer de falar da maior colunista de Londres, Lady Whistledown, com sua coluna ‘‘Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown”. Ela escreve colunas semanais sobre a sociedade com uma pitada de ironia e ousadia, onde não tem pudor em falar dos piores escândalos dessa cidade. Julia Quinn ao longo da narrativa deixa algumas pistas sobre a identidade da colunista, mas ainda não conseguimos descobrir por completo quem é. Eu tenho minhas teorias de quem seja, mas é segredo.

''Homens são criaturas contraditórias. A mente e o coração nunca estão de acordo. E, como sabem muito bem as mulheres, suas ações costumam ser governadas por um aspecto completamente diferente.''
Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown
29 de abril de 1814

A autora me proporcionou ótimas risadas e a trama foi instigante, com cenas quentes e uma pitada de humor. Como disse na resenha do primeiro livro a série contém oito livros. Cada livro dessa série conta a história de um dos filhos da senhora Violet Bridgerton. O próximo livro é Um Perfeito Cavaleiro e traz a história de Benedict.

Quotes:
"O amor não deve temer que lhe arrebatem isso. O amor deve encontrar a pessoa que lhe encha o coração, que faça ser uma pessoa melhor do que nunca sonhou ser. Deve olhar a sua mulher nos olhos e estar convencido até o mais fundo de que ela é simplesmente a melhor pessoa que conheceu."
– As mulheres não deveriam ter bichinhos de estimação se não conseguem controlá-los.
– E os homens não deveriam levar as mulheres com bichinhos de estimação para uma volta no parque se não podem controlar nenhum deles – retrucou ela. Anthony sentiu as pontas das orelhas esquentando com a raiva mal controlada.
– A senhorita é uma ameaça à sociedade.
"Anthony ignorou-a. Essa devia ser a melhor alternativa, pois era muito provável que não ignorá-la o fizesse desejá-la, o que era, como ele sabia muito bem, o caminho mais curto e direto para o desastre completo."





11 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Jessy! Estou ansiosa para ler O Duque e Eu e O Visconde que me Amava! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Estou ansiosa para ler essa série. Gosto das tramas e parecem aquele romances deliciosos e de fazer suspirar. Esse casal está ótimo. Adoro essas brigas que já sabemos onde termina hehe. Adorei a resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha, adorei o seu blog, eu adoro romances :)
    Já li vários livros de banca e romances históricos, acho muito boa estas historias, e adorei este romance, adorei mesmo, quero muito ler, Abraços

    http://vampleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá flor...
    Gostei muito de sua resenha,super estruturada e elaborada. Achei muito legal a premissa dessa história, mesmo sendo o segundo livro de uma série gostei muito do que contou acheii super legal essa trama da irmã mais velha proteger a mais nova de um libertino rsrsrss. Sei que as histórias são diferentes, mas me fez lembrar de orgulho e preconceito. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o primeiro livro dessa série, mas falam super bem e estou LOUCA para ler esse livro! Ultimamente estou lendo vários históricos e gostando bastante deles.
    Beijos e boas leituras!
    PS: estou seguindo, adorei o blog!

    Fran
    The Serial Reader
    http://www.theserialreader.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica,

    Adorei sua resenha, já tinha lido a série há algum tempo em e-book, mas é simplesmente maravilhosa.
    Beijos!!

    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Jessica, menina este livro esta na minha lista já faz tempo, mas não sobra(dim-dim) para comprar e ler.hahahahahahahaha
    Olha eu amei o primeiro livro e tenho certeza que vou amar este, também depois desta resenha é impossível já não estar caindo de amores.
    Eu amo esta colunista, eu a comprarei com a da gossip girl, pois ela diz tudo sem deixar falta um ponto ou virgula, e estou bem curiosa para saber quem é ela ou ele. Mas acho que só vamos descobrir lá pelos últimos livros.
    Flor eu adorei a resenha. E os quotes separados que você citou estão maravilhosos.

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  8. Olá querida!
    Eu não lembro de ter lido resenha desse livro, mas posso dizer que me encantei com a história.
    Amei os quotes que você selecionou! Só tem um problema, os livros em série acabam comigo,pois detesto esperar continuação!
    Beijinhos
    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  9. Oi Jéssica!
    Sabe, ainda não conheço a escrita da autora. Já li muitos elogios por aí.
    A fofoqueira que existe nessa trama dá um toque especial né, rsrsrs.
    Bjo!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Estou na fila para solicitar o primeiro livro dessa serie tem um tempão, muito curiosa para saber se vou gostar também. Adoro romances históricos e saber que a editora vai investir mais neles foi um alivio.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  11. Essa série deve ser ótima, estou namorando ela pelas resenhas, quero muito ler, esperando lançar todos!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014