28 fevereiro 2014

Resenha: Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn

Um Perfeito Cavalheiro
Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. Skoob / Orelha de livro

Autora: Julia Quin
Editora: Arqueiro
Páginas: 304 
Nota: 5/5 FAVORITO


Livros anteriores da série: O Duque e Eu , O Visconde Que Me Amava


Um Perfeito Cavalheiro é o terceiro livro da série Os Bridgertons, da autora Julia Quinn, publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Lembrando que a série contém oito livros e em cada um conta a história de um dos filhos da senhora Violet Bridgerton, e neste livro conhecemos mais profundamente Benedict Bridgerton.

Nesta história também temos Sophie Maria Beckett, a filha bastarda do conde Richard Gunningworth, mas ele nunca confirmou que ela era sua filha e para a sociedade Sophie é apenas sua pupila.

''Todo mundo sabia que Sophie era bastarda, ninguém falava sobre isso, e todos estavam bastante satisfeitos com essa situação. Até que o conde decidiu se casar.''

Numa clara adaptação de Cinderela, o livro mostra a madrasta perversa, que após a morte do conde, faz Sophie de sua criada. Antes de o conde morrer, Sophie era tratada como uma moça respeitada, estudava com as filhas da madrasta, mas depois que seu pai morreu ela tornou-se uma escrava dos desejos da madrasta e das filhas dela.

A grande perversa dessa história é a condessa Araminta e suas filhas se chamam Rosamund e Posy, esta última era a única que tratava Sophie mais educadamente, mas tinha medo de fazer algo para ajudá-la.

Os anos vão passando e Sophie vai se tornando uma mulher linda, simpática e inteligente. Quando Violet Bridgerton faz um baile de máscaras, Sophie recebe ajuda de uma ''fada madrinha'' é vai para a festa escondida, mas deve voltar à meia-noite. Ela acaba conhecendo Benedict e os dois sentem uma atração inexplicável, que faz nosso perfeito cavalheiro fica extasiado com a beleza de Sophie, mas ela não falou seu nome pra ele e no outro dia Benedict vai atrás dela e não consegue encontrá-la e diante de alguns acontecimentos Sophie acaba sendo expulsa da casa da madrasta.

Depois de alguns anos, os dois ainda sentem essa magia e atração e o destino irá colocar Sophie e Benedict juntos novamente, mas desta vez ele salvará Sophie de bêbados violentos e para tristeza dela não a reconhece nos trajes de criada.

Mais uma vez Benedict se apaixonará por Sophie, mas neste momento ele não sabe que ela era a mulher misteriosa do baile e sabe que não pode se casar com uma serviçal e então propõe que Sophie seja sua amante.

''[..] Sophie tinha a estranha sensação de que ele podia enxergar sua alma.''

O que será que vai acontecer? Ela aceitará isso? Benedict irá jogar toda sua reputação para se casar com uma criada? Benedict e Sophie terão oportunidade de viver esse amor impossível?

Benedict é um perfeito cavalheiro, onde trata Sophie com respeito, carinho e não tem medo de expor seus sentimentos. A escrita de Julia Quinn é deliciosamente maravilhosa e o leitor fica preso do começo ao fim nesta história da família Bridgerton. A narrativa de Julia Quinn é doce e leve, onde dei ótimas risadas e a trama foi instigante, com cenas quentes e uma pitada de humor.

E é claro não poderia esquecer de mencionar a maior colunista de Londres, Lady Whistledown, com sua coluna ‘‘Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown”. Ela escreve colunas semanais sobre a sociedade e não tem pudor em falar dos piores escândalos de Londres. Novamente a autora deixou várias pistas sobre a identidade dela, mas eu acabei descobrindo quem é e posso adiantar que era a pessoa que eu tinha em mente.

O próximo livro será sobre o Colin Bridgerton e o nome está intitulado como ''Os Segredos de Colin Bridgerton.''

Quotes:
''Um homem só tinha uma chance de se declarar a seu verdadeiro amor.''
''Dizem que uma pessoa inteligente aprende com os próprios erros - interrompeu Sophie, encerrando o protesto dele. - Mas uma pessoa inteligente de verdade aprende com os erros dos outros.''
''Nós sempre temos escolhas. [...] Chamamos de livre -arbítrio.''



14 comentários:

  1. Li o primeiro livro da série esses dias e me apaixonei pela escrita da autora. Adorei, e mal posso esperar para ler os outros livros. Não vi muito do Benedict no primeiro livro, mas já me apaixonei por ele imaginando a história desse livro. Amo a história da Cinderela, então mesmo que não fosse um livro dessa série iria querer ler. O próximo livro vai ser do Colin *--*. Nem consigo decidir qual livro estou mais ansiosa para ler, pois me apaixonei por quase todos os irmãos já rs. Adorei a resenha.

    Beijos,
    Adri Brust
    Stolen Nights

    ResponderExcluir
  2. Oi querida, tudo bom?
    Li o Duque e eu e achei a coisa mais fofa do mundo, li super rápido e fiquei apaixonada. A autora arrasa com essa escrita maravilhosa *-* Fiquei morrendo de vontade de conhecer mais sobre Benedict *-* adoro romances históricos, onde somos apresentados a condes, duques, dorsel, cavalos, vestidos lindos hahaha Aw!! Amei a resenha, despertou a minha curiosidade mais ainda a respeito deste livro.

    Beijocas,
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha Jessy. Só ouço elogios a respeito da escrita da Julia Quinn, sem contar que muitos a comparam até mesmo com Jane Austen. Saber que este livro é uma espécie de releitura de Cinderela, me deixou ainda mais animada com a sua leitura. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Oieee, adorei a resenha, a capa destes romances da arqueiro são lindas :D Todas as resenhas que já vi a respeito destes livro foram positivas, estou com muita vontade de ler essa série, vou procurar os livros e com certeza acho que vou adorar!!! Abraços

    ResponderExcluir
  5. Olá Jéssica. Li o primeiro volume da série, mas ele não me atraiu muito. Agora estou com um outro, de outra série de romances históricos publicados pela Arqueiro. Vamos ver se com esta outra eu engreno.

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Que lindo que a narrativa da autora é doce e leve! *-* E nem imaginava que a história pudesse ter a ver com Cinderela... rs... amo coisas inspiradas em contos de fada! Não sabia que a série era composta por oito livros, sinceramente, isso me desanima bastante... só leria depois de diminuir minha fila de séries pela metade.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Essa é uma série que eu comecei a acompanhar recentemente e já é uma das que mais adoro. Vou para o segundo ainda, mas mesmo assim li a sua resenha e tenho certeza que vou também. Não sabia que era uma releitura da Cinderela, mais curiosa ainda para ler.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Jé,

    Ah essa serie me deixa cada dia mais empolgada pela leitura, estou lendo uma resenha melhor que a outra, mas como estou fugindo por enquanto de serie só anotei a dica aqui.
    Esse será um dos livros que vou gosta muito, adoro releituras, ainda mais sendo de Cinderela.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  9. Oi Jessica,
    tudo bem?
    Adorei sua resenha!!! estava lendo avidamente, pois adoro essa coleção, quando de repente, o choque: ele pede para ela ser sua amante!!! Não acreditei. Que príncipe é esse? Era melhor ele não ter coragem de assumir esse relacionamento e se afastar do que fazer essa proposta, ele acabou para mim nesse momento. Espero que ela não aceite essa proposta e faça ele sofrer.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Esse tipo de história não faz muito meu estilo de leitura, porém eu achei curioso o fato da Sra. Violet Bridgerton ter oito filhos e este se chamar Benedict. Gosto desse nome! Também achei interessante ter uma colunista fofoqueira na história ainda mais se ela é misteriosa x]

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Jé!
    Estou ansiosa para essa leitura! Vc sabe neh! Então...AMEI sua resenha! Eu amo a história da Cinderela, hahahhah, era a minha preferida! O Bennethe sempre chamou minha atenção. Estou louca para ler!
    Parabéns pela resenha e obrigada por não ter dado spoiler! Parabénssssssss
    Beijos linda!

    ResponderExcluir
  12. Essa tal de Julia está em todo lugar, nao? Hahaa! Estou ouvindo muito falar dela, e só elogios! Esse negocio e ser série, de ser oito livros, mesmo que no estilo novela, me deixa com um pé atrás, mas me parece que as qualidades da escrita dela sao tantas que merece uma chance! Vou ficar de olho, e acompanhar as proximas resenhas! =D

    ResponderExcluir
  13. Olá querida!
    Tenho o primeiro livro dessa série, mas ainda não li. Vou esperar para comprar o restante e ler tudo junto.
    Mas me desanima um pouco em saber que são 8 livros, ai meu bolso..hehehehhee
    Parabéns pela bela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Jé!
    Agora posso falar do livro!
    Eu amo esse livro! Terminei ele ontem e esse se transformou no meu queridinho da série! Eu dei tanta risada do nada, me diverti muito e fiquei ali aflita torcendo pelos protagonistas! Achei o Ben um lindo! Gentil, um cavalheiro mesmo! Amo ele por ser uma releitura da Cinderela também! Amo o conto!
    E Julia Quinn é Julia Quinn! Super diva!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    Blog Overdose Literária!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/04/resenha-um-perfeito-cavalheiro-familia.html

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014