06 maio 2014

Resenha Nacional: Sacramento - Felipe Cangussu

Sacramento


Não leia este livro se não estiver disposto a passar a madrugada imerso no rio de suas palavras. Deixe-o para quem deseja se entregar à sua trama como um apaixonado, à fluidez dessa obra envolvente e um tanto, original. Leitor, deixe-me apresentar: Essa é a história de William, o amigo que todo suicida precisa. De Anderson, o psicopata do bem. Marina, a mulher que amou demais. E Johnny Sacramento, o homem que (quase) morreu três vezes. Skoob / Orelha de Livro






Autor: Felipe Cangussu
Editora: Novo Século (Novos talentos da literatura Brasileira)
Páginas: 400
Nota: 3/5

Uma aventura eletrizante para escapar das garras da morte, literalmente!

Essa é a história de Johnny, um jovem que morava em Palmas e percebeu uma grande oportunidade de mudar de vida quando passou em um concurso público em Brasília, porém, a grande chance que parecia um sonho se realizando transformou-se em uma vida solitária levando Johnny a uma profunda depressão e uma atitude desesperada. Pouco tempo depois recebe uma mensagem pra lá de sinistra de um número muito suspeito.

"Querido Johnny, o seu tempo de vida expirou, queira entregar o corpo de aluguel para um dos nossos ceifadores. Você poderá fazer essa devolução através de um suicídio comum. Nós disponibilizamos o "Botão". É muito simples, barato, e nenhum cliente voltou até hoje para reclamar. Você adquire uma nova milímetros, coloca o cano na boca e aperta o botão que fica sobre o gatilho. Informamos que a não devolução do produto acarretará juros posteriores.
Remetente: Dona Morte
Número:666-666"

Pegadinha. Foi o que ele pensou até que a Dona Morte começou a cumprir suas ameaças.

''Tô louca pra te ver chegar, tô louca pra te ter nas mãos!''

Essa também é uma história de amizade entre Johnny, William (o melhor amigo que se pode ter), Anderson (um psicopata convertido) e Marina (que deixou o amor por seu marido ser maior do que o seu amor próprio). Quatro amigos que cresceram e amadureceram juntos passando por várias situações em que tiveram que se ajudar a superar. Uma amizade tão forte que firmou um laço de união além do natural.

Quando a Dona Morte mostrou a Johnny que não estava para brincadeiras, ele decidiu voltar para Palmas e salvar seus amigos reunindo-os em Taquaruçu, mas a situação sai do controle, o mundo vira de pernas para o ar e os habitantes dali de repente transformam-se em criaturas inumanas e sedentas por sangue. Johnny e seus amigos agora tem que correr contra o tempo para escapar da morte.

Ceifadores. Demônios. Cães de caça. E a própria Morte que foi enganada e agora vai cobrar um preço caro.

''Você é meu. Não aceito que fuja assim. Entregue-se e os seus entes amados serão poupados! É assim que deve ser! Você quer ser o culpado pela morte de milhares de pessoas?''

A primeira parte do livro é meio chata e confusa, mas quando as coisas começam a acontecer, prepare-se porque são cenas carregadas de adrenalina e humor sombrio. Um thriller de tirar o fôlego. Tive que parar a leitura em alguns momentos para respirar e voltar. Apesar do deslize no começo do livro, o autor está de parabéns nas cenas de ação. Muito bem escritas e detalhadas, possível imaginar toda a carnificina, horror vivido pelos personagens e sentir frio na espinha com as inusitadas formas que a morte aparece para cobrar a vida de Johnny. Contra indicado para quem não gosta de cenas fortes e sangrentas.

Quotes:
''Mas a alegria de Deus não é condenar um pecador, e sim salvar um filho perdido.''
''Estava arrependido de ter apertado o Botão. Agora que pensava melhor, sabia que não fazia sentido se matar. Se o Criador não tirou o fôlego de vida, quem somos nós para retirarmos?''
''O planeta é redondo, e, quando estamos em uma roda que gira, acabamos nos reencontrando com lugares ou pessoas que nunca imaginávamos rever.''

 

2 comentários:

  1. Que ótimo ver autores brasileiros fazendo sucesso no meio literário.Confesso que fiquei em dúvida em relação a algumas partes da história,mas nada que possa modificar minha opinião de que eu leria.Principalmente sabendo que essa narrativa tira o folego e prende o leitor.
    beijooos
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bom, Amanda!

    Depois em conta o que achou do livro.

    Bjin

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014