Resenha: O Sol Voltou a Brilhar - Célia Xavier de Camargo

O sol voltou a brilhar
Londres, século 19. Na capital do Império Britânico, durante o reinado da rainha Vitória, um rico e respeitado comerciante vive luxuosamente, cercado de criados. Helen, mimada pelo pai, quer se divertir e vai ao encontro do perigo: um espírito perverso trama sua perdição... Arrastada pela obsessão, Helen entrega-se ao prazer. George, ao resgatar a filha, conhece o lado sombrio de Londres, onde imperam a miséria e o vício. Helen assume outra personalidade e ataca violentamente o pai. George não acredita em Deus, mas o desespero o conduz a uma sessão espírita. Diante de um fenômeno de materialização, George entenderá que o sol um dia voltará a brilhar no horizonte de sua vida. Skoob




Autora: Célia Xavier de Camargo
Editora: Petit 
Páginas: 464
Nota: 4/5

O Sol Voltou a Brilhar, publicado pela Petit Editora, foi psicografado pela médium Célia Xavier de Camargo, e ditado pelo espírito Erick. No começo do livro temos um prólogo que fala sobre como e quando nasceu o espiritismo e como Allan Kardec, conhecido mundialmente, fez muito pela doutrina espírita e todo trabalho que realizou.

''Allan Kardec afirma que nada devemos aceitar sem uma análise criteriosa, a qual nos permitirá, à luz da razão, separar a verdade da impostura, recusando toda e qualquer falsidade."

O livro se passa no século 19 e temos como protagonistas a família Baker. George é um homem rico, respeitado e da alta sociedade de Londres. Ele tem riqueza e luxo, e sua única filha, Helen, foi criada com mimos e soberba. Quando cresceu, buscou pelo perigo e pelo prazer e isso a fez desaparecer misteriosamente.

Seus pais fazem de tudo para achar a filha e quando a mesma é encontrada se encontra em um estado crítico. Frágil, muito doente e tem sintomas de loucura, já que tem momentos que grita e diz coisas desconhecidas, para desespero de seus pais. O médico e amigo diz a família Baker que o estado de Hellen é preocupante, e mesmo com toda a recuperação física feita, ela ainda apresenta um estado de loucura iminente e que a única maneira é eles procurarem outros caminhos para salvar a filha.

Jane, mãe de Hellen, parte em busca da salvação de sua filha e vemos do que uma mãe é capaz de fazer para proteger seu filho. Jane se aprofunda na doutrina espírita, mas George é ateu, não acredita em Deus e nenhuma outra religião.

Mas o desespero para salvar Hellen o levará para o espiritismo e ,diante disso, teremos uma jornada de novos caminhos, perdão e recomeço. Um livro que nos faz refletir e pensar no amor, na amizade e confiança; e também mostra a luta para salvar quem você ama e nunca perder a esperança e fé.

Quotes:
“Como eu nunca reparei nas pessoas? Como pude passar por tanta gente sem notá-las? São criaturas humanas como eu, como Jane, como Helen e, no entanto, jamais olhei realmente para o rosto delas, como se não fossem ninguém!”
''Não ficará pedra sobre pedra neste lugar. As sombras estão no comando e todos receberão o que merecem.''







2 comentários:

  1. Eu li este livro neste ano e gostei dele, claro que é um tanto mais suave do que outros gêneros, mas ainda assim é uma bela história, com uma bela mensagem, sem contar que esta capa é perfeita né.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Me interessei pelo gênero e toda história .

    parabéns pela postagem

    Abraços

    Joyce
    http://livrosencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!