27 julho 2014

Resenha: O Teste - Joelle Charbonneau

O Teste
No dia de formatura de Malencia ‘Cia’ Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar – e esperar – é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas, que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender? Skoob / Orelha de Livro


Autora: Joelle Charbonneau
Editora: Única
Páginas: 320
Nota: 5/5

''Não confie em ninguém''

O Teste, de Joelle Charbonneau, é o primeiro volume da trilogia do mesmo nome. Para quem não sabe, existe um conto com uma introdução da história e quem narra é Zeen Vale, irmão da protagonista da trilogia. Ele está disponível na Amazon de graça, clique aqui para ser direcionado ao site. O Teste fez parte da minha Maratona Literária #EUSOUDOIDERA e foi o terceiro livro lido.

O livro nos conta a história de Malencia Vale, jovem que acabou de se formar na escola e que deseja ser selecionada para o Teste - que é um programa da comunidade das Nações Unificadas que escolhe os melhores estudantes para irem para universidade. Este programa é muito disputado, mas existem poucas informações sobre tal, e o sonho da protagonista é ser selecionada já que quer seguir os passos de seu pai, que foi escolhido quando jovem.

O mundo que conhecemos foi destruído depois de sete estágios da Guerra e posteriormente foi criado o governo da Comunidade das Nações Unificadas, e nessa nova realidade existem várias colônias e a capital é Tosu City. Cia vive na colônia Cinco Lagos e o no dia de sua formatura descobre que foi escolhida para o Teste. Dessa colônia foram também selecionados mais três jovens, que são Tomas Endress, Zandri Hicks e Malachi Rourke. Esses quatros jovens de Cinco Lagos partem em uma aventura misteriosa. A comunidade sabe pouco sobre o programa e imaginam que devem conter apenas provas, mas as coisas não são assim. Quando Cia começa a participar do Teste percebe que nem tudo é o que parece e se lembra do recado de seu pai: ''Cuidado com quem você confia, Cia.''

É inevitável que quando uma nova distopia lance surge as comparações com Jogos Vorazes e Divergente e, sim, tem algumas familiaridade com essas séries, mas Joelle Charbonneau traz algo único e inovador. Quem me conhece sabe que sou uma romancista incurável, porém o meu outro gênero preferido é o distópico, adoro a forma com essas autoras exploram um novo mundo.

''Admitir um erro cometido e encontrar uma maneira de detê-lo a todo custo.''

Cia e Tomas são grandes amigos e claro já comecei a torcer pelo casal e a forma como ele trata a protagonista é bem legal, sempre a protegendo e cuidando dela. Quando digo isso vocês devem pensar que Cia é uma protagonista fraca, mas não é isso. Ela é corajosa, muito inteligente e nesse mundo distópico ela é muito esperta e confia muito em sua intuição.

A narrativa do livro é empolgante e voraz, e fiquei muito preocupada em saber o que aconteceria com a Cia, temos cenas de tensão e bastante ação que torna o livro maravilhoso de ser lido. Encontrei alguns erros de revisão que espero que nos próximos volumes sejam consertados. Confesso que minhas unhas ficaram roídas de tanto nervoso que eu passei nesse livro, quando pensava que as coisas iriam relaxar já tinha um novo acontecimento. Sem dúvidas, O Teste está entre minhas séries distópicas favoritas e agora quero ler desesperadamente o segundo volume, Estudo Independente, que acabou de ser lançado pela Única Editora.

Como disse no primeiro parágrafo, eu li O Teste na Maratona Literária e uma das regras estabelecida pelos organizadores é que quando terminasse o livro deveria escolher um música que represente a história. Minha música escolhida é ''Battlefield'', da cantora Jordan Sparks. Eu a escolhi porque tem uma pegada mais rápida e quando eu lia o livro sempre imaginava essa canção.






Quotes:
“Se for um erro, é meu erro. As consequências serão minhas.”
''Os melhores líderes comentem erros e aprendem com eles. Os melhores líderes nunca comentem esses erros novamente. A única maneira pela qual você pode aprender é se entender os erros cometidos.''
''Engraçado, mas desistir é a última coisa que eu faria. Não depois de tudo o que testemunhamos e as coisas que fomos forçados a fazer. Desistir seria como admitir que nada importou. E precisa importar. Precisa ser lembrado.''






6 comentários:

  1. Esse vai ser meu próximo pedido à Única. Não aguento mais todo mundo falando bem dele, já estou morta de curiosidade.
    Acho que o povo se preocupa muito em comparar qualquer distópico com JV e Divergente. É normal que tenham coisas em comum, afinal, pertencem a um mesmo gênero. Mas, assim como os romances e chick-lits (que também se assemelham, ainda mais nos clichês), cada livro apresenta algo diferente, próprio.
    Espero gostar dele tanto quanto vc.
    Beijinhos!
    Giulia - prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Estou bem curiosa com relação a essa trilogia ainda não consegui ler nenhum livro , está em minha lista . Goste da forma que sua resenha traz o livro , nos incentivando a ler e desvendar mistérios . Gosto de livros que nos prendem atenção e esse deve ser um deles .

    abraços

    Joyce

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jéssica!
    Eu também gosto bastante de distopia, gostei da sua resenha, pretendo ler em breve. Gostei bastante dos quotes também, enfim, acredito que vou ler O Teste em breve hehe

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Também amei demais esse livro, distopia também é meu gênero preferido, então quando encontro uma que faz eu me apaixonar fico alucinada!! Gostei da história, gostei da ação, gostei do romance, achei tudo perfeito!! A narrativa é mesmo mega empolgante e nos faz passar momentos mega tensos! Estou louca pelo segundo volume!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  5. Ai guria!
    Eu amoo distopias! Essa empolgação e agonia, mais a preocupação com os personagens! Eu te entendo! Fiquei bem curiosa para conhecer esse pessoal, essa série já está na minha lista!
    Um grande Beijo!
    Paulinha Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir

  6. Gentee acabei de compra o box desse livro, nunca li Maze Runner ou Jogos Vorazes mas esse confesso estou supperr ansiosa pra ler. Bjinhos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014