02 agosto 2014

Resenha Nacional: Função CEO (A Descoberta do Prazer) - Tatiana Amaral

Função CEO - A descoberta do prazerNÃO É RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Quando Melissa Simon iniciou o estágio como substituta da secretária executiva do CEO do grupo empresarial C&H Medical Systems, nunca imaginou no que estava se metendo. Robert Carter, líder e maior autoridade dentro da empresa seria o seu chefe. Não bastou mais do que um olhar para que Melissa entendesse que não tinha mais volta. Ela pertenceria a ele. Mas não sabia o que encontraria pela frente. Um jogo intrigante de sedução e descobertas, onde o amor é a única carta proibida. A entrega impensada a prazeres nunca antes sentidos e a certeza de que nada mais será como antes. Robert Carter é o chefe e ele estará no comando. Melissa Simon é a estagiária e estará disposta a obedecer às regras. Juntos eles descobrirão que sexo, prazer e amor, nunca mais serão a mesma coisa. Função CEO é uma deliciosa trilogia, onde o amor nem sempre é o melhor caminho. Skoob / Orelha de Livro


Autora: Tatiana Amaral
Editora: Literata
Páginas: 489
Nota: 3/5

Hoje a resenha do blog vai ser um pouco diferente, a primeira parte da resenha será como de costume, posteriormente terá nossas considerações sobre o livro separadas, porque desta vez eu a Brenda tivemos alguns pensamentos diferentes sobre o livro. Função CEO, da autora Tatiana Amaral, é o primeiro volume da trilogia do mesmo nome e foi publicado pela Editora Literata.

Robert Carter é o CEO do grupo empresarial C&H Medical Systems. Um homem arrogante, poderoso, seguro de si e decidido. Ele queria a Melissa e não poupou charme para atraí-la. Melissa Simon é uma jovem bonita, esperta e independente que foi solicitada por sua amiga, Abgail, para substituí-la temporariamente em seu emprego enquanto se recuperava de um acidente. Só que Melissa não poderia imaginar que encontraria o belo e a fera na mesma pessoa como seu chefe.

A atração entre eles foi instantânea, mas essa relação tem mais empecilhos do que ele ser chefe e ela funcionária e não iremos revelar o motivo disso - mesmo não sendo spoiler - porque é mais legal quando o leitor descobre por si só. A Melissa caiu de paraquedas numa situação em que ela não vê saída sem sofrimento. Um emaranhado de mentiras e conflitos em que não se sabe em quem pode confiar. Essa relação proibida pode ser a salvação ou a ruína de ambos.

No começo do livro a Melissa parece ser forte, decidida e corajosa, mas depois ela se transforma, perde essa atitude e ao longo da narrativa se transforma numa criança chorona e fraca. Ficou totalmente submissa e dependente ao Robert e isso nos decepcionou. Em alguns capítulos ficava num "quero-não-quero" que dava vontade de dar uns tapas e um sacode nela. O excesso de veneração a Robert, a sua beleza, poder, masculinidade, virilidade... Nos fizeram revirar os olhos. Desde quando precisamos parar como tudo em nossa vida por causa de um amor? 

Sabíamos que a história seria de uma garota inocente e um CEO poderoso, mas esperávamos algo mais. Que a autora tivesse um diferencial de livros com essa mesma temática e pelo menos nesse primeiro livro não percebemos grandes diferenças de outros com o mesmo tema.

Tem um mistério envolvendo Robert que o impede de ficar oficialmente com a Mel, mistério que só será totalmente solucionado por completo no terceiro e último livro da série, mas no decorrer da história vemos indícios do que poderia ser (temos nossas teorias). Tínhamos uma nota no início da leitura, mas a mudança no comportamento da Mel fez essa nota cair. A autora salvou o livro no final já que deixou um bom gancho para a continuação e algumas surpresas. Nas últimas páginas tem um prólogo do próximo livro e pelo que percebemos terá mais ação e suspense.

O livro possui alguns erros de revisão, mas nada que realmente atrapalhe a leitura. O próximo volume da trilogia é Função CEO - A descoberta do Amor.

Opinião Jéssica:

O começo do livro é legal, ele é divertido em algumas ocasiões e dei algumas risadas com algumas gracinhas de Robert, mas ele é possessivo, arrogante, autoritário, controlador. Esse não faz meu tipo de homem. Os personagens secundários foram de grande importância para a trama e a deixou mais divertida, como a Nicole, irmã de Carter, que é uma jovem alegre e descontraída. Mesmo com todas esses ressalvas, eu pretendo ler a continuação, mas devo salientar que umas 200 páginas de Função CEO eram desnecessárias.

"É como escolher entre pular ou não de um avião, sem paraquedas. Sei que enquanto estiver suspensa no ar, será lento e extremamente prazeroso, mas quando chegar o momento do choque... A dor será real e é provável que eu não sobreviva."

Não gosto de abandonar séries; preciso saber os segredos que Robert e Melissa escondem e também verificar se a autora irá tomar outra direção, porque depois de ler tantos livros com essa mesma linha fica difícil de gostar do ''igual''. Eu recomendo este livro para quem gostar do gênero, mas não leiam com grandes expectativas.

Opinião Brenda:

Função CEO - A descoberta do amor“Você já sentiu vontade de tocar em algo que sabe ser proibido? Já teve o desejo irresistível de experimentar alguma coisa que sabe não ser socialmente ou eticamente correto? Tão proibido e ao mesmo tempo tão desejável que poderia te destruir?” Este trecho da capa do livro foi o suficiente para aguçar minha curiosidade. Diferente e instigante foi o que eu pensei. Fiquei doida para saber como seria essa relação proibida.

Não tinha lido nem metade do livro e já tinha vontade de socar o Robert e depois encher de beijos. Fui seduzida. Confesso. Ele é irritantemente irresistível. O jogo de sedução que o Robert fez com Melissa, cercando-a, provocando-a, conquistou-a por completo, mas mesmo assim ela tentou revidar e resistir até que não teve outra saída a não ser se entregar. A maior parte do livro é narrada pela Melissa, mas algumas são narradas pelo Robert (as minhas favoritas) e adoro livros assim, porque nos permite maior compreensão dos fatos e sentimentos dos personagens. Apesar dos pesares estou curiosa e pretendo continuar a série.


Quotes:
"Melissa era algo que não me deixava descobrir. Escondia a sua verdadeira face. Tinha muito mais dela que não transbordava. Eu queria que transbordasse. Queria desvendá-la, saber o que existe no seu íntimo."
"Tudo o que dizia parecia tão natural e lógico que qualquer mulher pararia para refletir onde faltava a lógica de suas palavras."
"O Sr. Carter gostava de sentir o dono da situação. Era como combustível para suas investidas. Voltei a olhá-lo, contudo furiosa comigo por ser tão vulnerável aos seus encantos."




27 comentários:

  1. Olá,
    Já é a segunda resenha que eu leio desse livro falando super bem, o que mais acho interessante e que a autora é nacional. Quero em breve lê-lo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. oiii,
    tenho muita vontade de ler esse livro, parece ser ótimo. E qual é a desses mocinhos que nos fazem quer bater e beija-los ao mesmo tempo?
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Jess, bom vou dizer o seguinte, sei bem como é se decepcionar, ate por que depois que veio o 50 tons, as autoras se aventuraram no gênero, mas o que acho difícil, é: Elas fazerem a diferença e nos cativar. Pois sempre que lemos um erótico, já sabemos que iremos ler o mesmo, muda personagens e cenários, mas quase nunca o trama.
    E pelo que li de sua resenha é bem isso que acontece: O Mesmo! E sinceramente? Eu gosto, mas também gosto de ter algo novo que me faça querer mais e não o mesmo. Por mais que estes gêneros sejam bastante clichês, as autoras deveriam sim renovar e usar novas táticas. Por que um CEO pegar a inocente, já deu né. Vamos renovar.
    Bom não digo a você que não me interessei, por que sim. Por causa do mistério ali do personagem masculino. Mas espero muito, ão me decepcionar e acabar não querendo ler o restante.
    E notei também que a opinião sua com a da outra foram bem diferentes, mas como sempre digo cada leitor tem sua maneira de ver e interpretar.
    Amei a resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, se me permite opnar sobre sua colocação, acho que vc está enganada...
      50 tons é completamente diferente, são histórias distintas,enquanto no 50 tons a Anastasia era virgem,inocente e timida ao extremo, Melissa do Função Céo é mais experiente,já mais corajosa...garanto que vai adorar,particularmente ameiii Função Céo,achei inclusive melhor que 50 tons...pq no mesmo se fala muito de sexo repetitidamente enquento no Função Céo existe uma história mais aprofundade sem tannntooo sexoo...
      Mas como disse,é minha opnião...
      obrigada.

      Excluir
  4. Como eu estou de ressaca literária de livros hot com personagens frouxas, o livro não me atrai. Eu estou um tanto de saco cheio dessas personagens fracas :/ Vejo que as autoras levam muito o que a pessoa é na cama para o que ela é no dia -a-dia, esse estilo de livro me cansou. Infelizmente, esse livro vou passar. Os últimos que eu li me deram uma bela ressaca haahhaha

    ResponderExcluir
  5. A sinopse em si chama a atenção, mas lendo sua resenha para mim protagonista que vira dependente do homem já perco a vontade de ler, essas histórias precisam tomar cuidado para não misturar as coisas , deixar protagonista sem reação e dependente perde foco da trama , homens que fazem de gato e sapato e elas permitem não gosto. Vou esperar suas próximas resenhas dos outros livros para ver se vou ler.
    beijos
    Joyce

    ResponderExcluir
  6. Ai meu Deus meninas!!!
    Ele está aqui na estante, não leio muito hot, ou melhor quase nada, mas alguns livros como esse que demostraram ter algo mais além de cenas de sexo, me chamaram a atenção.
    Mel e Robert estão aqui na prateleira esperando uma vaguinha... espero que ela seja em breve, pois gosto dessa coisa que a Brenda falou: gostar do Bad Boy, bem aquele bate e assopra, rs.
    Depois que eu ler, venho deixar a minha opinião!
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  7. Muito bom vocês colocarem as 2 opiniões aqui, pra mostrar que um mesmo livro pode ter diferentes impactos. A opinião que ouvi sobre ele, de uma amiga que considero bastante seu gosto, foi parecida com a sua, então fiquei desanimada. Já tô cheia de fics de Crepúsculo, pra mim 50 tons foi suficiente.
    Beijinhos!
    Giulia - prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Foram diferentes as opiniões, mas as partes negativas como a mudança da personagem, não me desanimaram pra fazer a leitura do livro. Ele já estava na minha lista de futuras leituras, e espero que a minha opinião ao terminar seja igual a da Brenda, porque os pontos positivos que ela mencionou, como a troca da narração do livro entre os personagens, é uma das coisas que mais adoro. E por ser de um gênero que está entre os meus preferidos, acho que vou adorar!

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oieee, eu conheço estes livros pois eles são bem famosos na blogosfera, eu adoro este tipo de livro e acho que iria gostar dessa série, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros, mas tenho curiosidade. Rachei de rir com a opinião da Jessica de homem possessivo, arrogante, autoritário, controlador kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Olá, não conhecia o livro e não me interessei por ele. Não gosto do estilo literário ao qual este livro se encaixa, apesar de nunca ter lido nenhum do tipo. É um tipo de livro que não me atrai, mas quem sabe um dia eu acaba dando uma chance.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  11. Hot e trilogia, duas coisas das quais estou correndo no momento... hehe... estou realmente saturada de hot, mesmo assim ainda quero ler alguns, mas esse não entrou para a lista. Esse negócio da Melissa ter se transformado numa criança chorona e fraca me irritaria profundamente. Também não acho que o Robert me agradaria.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Opiniões diferentes são ótimas, pois mostram como um mesmo livro pode despertar diferentes. O gênero já está ficando tão batido que a diferença entre gostar e não gostar é bem singela. Eu sinceramente não sei se irei gostar ou não rsrs

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  13. Não gostei do que li aqui. Essa mocinha que antes era independente e forte, ficar totalmente dependente de um homem... Não é pra mim. Verdade. Ele pode ser um deus de gostosura, mas não vale você se aniquilar como pessoa por causa de um amor ou paixão. Esperava mais da história. Uma pena. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Que legal a opinião das duas, uma diferente da outra! Como gosto do estilo, acredito que eu ia gostar bastante!
    Fiquei curiosa, vou ler para tirar minha própria opinião!
    Beijos!
    Paulinha Juliana - Overdose Literária
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá meninas!
    Apesar de ser um livro "igual" a outros que estão no meio literário, eu leria. Gostei muito da primicia do livro. Espero que a autora evulua e que emocione no próximo livro.
    Beijinhos! http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Já li os dois livros, o que quero saber é se haverá uma continuação, pois não acho que deva parar como paro. Gostei dos livros espero pelo o terceiro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo! É uma trilogia, o segundo foi lançado alguns meses atrás então é bem provável que o terceiro seja lançado no primeiro semestre de 2015. Beijos!

      Excluir
  17. Eu não acredito que p terceiro e so em 2015!? Ai que raiva! Ta parecendo Sylvia Day com Gideon. Função CEO recomendadissimo.

    ResponderExcluir
  18. O terceiro só em 2015... Não gostei, estou louca pra continuar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já li, na minha opinião é o melhor!!

      Excluir
  19. Não gostei da trilogia. Apesar de bem detalhada e de leitura fluida, o enredo não convenceu. No primeiro, achei que faltaram muitas informações, foi tudo meio que jogado. O segundo, foi bem melhor, embora tenha faltado muitas informações...novamente problemas com a continuidade do enredo. No terceiro, percebi que a autora resolveu colocar tudo o que não colocou nos outro, foi uma tonelada de informações. A vilã participou dos dois primeiros mais como uma função de pressão psicologica, só aparecendo efetivamente no terceiro. A mocinha ficou extremamente dependente do mocinho, achei até que muitas vezes agia como uma boba idiotizada. Achei também que a autora perdeu a mão no mocinho, ele bem que merecia uma terapia no terceiro livro, pois sua reação no clímax do livro foi meio confusa.

    ResponderExcluir
  20. Adorei o livro, estoria apaixonante, envolvente, louca.Em algumas partes fica meio chato o lenga-lenga dos personagens Melissa e Robert, mas no geral é super bom, o livro é D+, super recomendo!!!!

    ResponderExcluir
  21. Gente, terminei de ler a trilogia e adorei, e saber que a escritora é genuinamente nordestina, me deixou mais encantada ainda,a estória é intensa e deixa saudades quando terminamos de ler, quando isso acontece acho que o objetivo foi alcançado, espero que Tatiana não demore muito para nos presentear com nova trilogia !!!

    ResponderExcluir
  22. Olá.
    Lendo algumas sinopses dos livros de Tatiana para me decidir sobre comprar ou não,fiquei com dúvida:
    Os personagens são majoritariamente estrangeiros?
    As histórias se passam em outros países?
    Isso não é meio estranho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li esta trilogia e não
      gostei! Cansativa, surreal. O tão esperado segredo, uma lástima e sim os personagens são estrangeiro. Por ter me decepcionado com o livro, não comsigo ler mais nada desta autora.

      Excluir
  23. Meninas..... esse livro é sensacional li 3 vezes quero l^de novo , já li outros que são maravilhosos, sou fã do 50 tons mais nada se compara a esse livro o melhor que já li tem suspense ,surpresas é engraçado vc fica pensando como ela foi criativa recomendoooooooo á história é bem diferente ela não é tão mocinha, ingenua como aparenta vcs amaaaar tenho certeza.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014