19 agosto 2015

Resenha: Bruxos e Bruxas - James Patterson e Gabrielle Charbonnet

É como entrar em um pesadelo. Do nada, você é retirado de sua casa, preso, e acusado de bruxaria. Parece século 17, mas é o governo da Nova Ordem, e está acontecendo agora!
Sob a ideologia da Nova Ordem, O Único Que É O Único mantém seu poder à força, sem música, nem internet, nem livros, arte ou beleza. E ter menos de 18 anos já é motivo suficiente para que você seja suspeito de conspiração.
Os irmãos Allgood estão encarcerados nesse pesadelo e, para escapar desse mundo de opressão e medo, terão que contar um com o outro e aprender a usar a magia.
Do autor best-seller James Patterson, Bruxos e Bruxas é uma saga para se ler... antes que seja tarde. Skoob / Orelha de Livro

Autores: James Patterson e Gabrielle Charbonnet
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Nota: 3/5

Parece que o novo gênero da moda é distopia. Cada dia que passa surgem novos livros do gênero, a maioria séries e cada uma delas com suas particularidades, em Bruxos e Bruxas os elementos comuns da distopia se misturam a fantasia e a magia dando origem a série de James Patterson.

Imagine o governo oprimir toda a liberdade de expressão, proibir livros, música... Ninguém com menos de dezoito anos é confiável, ser jovem é considerado quase um crime. Em uma noite que parecia comum, With e Whisty Allgood são retirados de suas camas para serem julgados e presos não necessariamente nessa ordem acusados de bruxaria pela Nova Ordem, partido político comandado por ‘‘O Único que é O Único’’, que assumiu o poder e que tem por objetivo eliminar o crime e a depravação, perseguindo jovens que não se enquadram na nova forma de governo e considerados bruxos. Os irmãos Allgood não foram os únicos a passarem por isso, vários outros jovens tiveram a mesma experiência e ainda existem os que desapareceram sem maiores explicações.

A narração é em primeira pessoa intercalada por With e Whisty que contam com humor toda a trajetória vivida pelos irmãos desde que foram acusados e perseguidos. No caminho passam por situações arriscadas e encontram pessoas terríveis, mas também aliados. 

Esse é o segundo livro de James Patterson que leio e não sei dizer se a escrita dele não me envolve ou se tive azar com os livros, porque já vi muitas opiniões positivas sobre seus livro, mas pelo que li não encontrei nada que realmente me prendesse. Já são duas séries que, por enquanto, vou deixar para outro momento e sem pressa para retomar.

Uma coisa que me incomodou um pouco nesse livro foi mencionar outras obras literárias com nomes diferente como "Harry Podre e a Ordem dos Idiotas", "Saga Aurora", "O Ladrão de Trovões", esses e outros títulos me fizeram sentir pessoalmente alfinetada e não gostei nem um pouco. Outra coisa que achei incoerente é que os protagonistas tem 15 e 18 anos, mas suas atitudes e pensamentos parecem de muito mais novos.

Todos os livros da série foram escritos em parceria com outra pessoa. O primeiro com Gabrielle Charbonnet, o segundo com Ned Rust e o terceiro e quarto com Jill Dembowski e o quinto com Emily Raymond. Quatro livros da série já foram publicados no Brasil pela editora Novo Conceito -Bruxos e Bruxas, O Dom, O Fogo e O Beijo -, o quinto livro da série, The Lost, ainda não tem nome e nem previsão de lançamento no Brasil.


Quotes: 
‘‘Vou facilitar para vocês. Tudo que têm que fazer é renunciar a sua existência anterior, como suas liberdades, seu modo de vida e, principalmente, seus pais, e, então, serão poupados. Vocês sofrerão mal nenhum se obedecerem às regras.’’
‘‘A Nova Ordem é um partido político que vem ganhando todas as eleições. Agora estão no poder. Em alguns meses, eles acabaram com o governo antigo e instituíram o Conselho dos Únicos. Já ouviram falar deles? O Único No Comando, O Único Que Julga, O Único Que Prendes, O Único que Atribui Números, O Único Que é O Único, blá-blá-blá.’’
‘‘Ah, então tem coisa pior que ser sequestrado no meio da noite, levado para a prisão, condenado à morte em um julgamento ridículo e, então, ser trancafiado em um Hospital decrépito com dois sádicos? Vai ficar pior?’’
‘‘A Nova Ordem é um futuro brilhante! É um futuro que substitui as liberdades corruptas e ilusórias das chamadas democracias com uma disciplina muito maior. [...] E parte desse melhor, claro, é tomar as medidas necessárias para eliminar os depravados, os criminosos e todos aqueles que ameaçam a prosperidade e a supremacia da Nova Ordem.’’




10 comentários:

  1. Já tentei ler James Patterson e não saiu como eu esperava. Achei a leitura arrastada, chata, descrições demais. Mas eu gostei da parceria, pois gosto de Gabrielle apesar de ter lido pouquíssimos livros dela.

    ResponderExcluir
  2. Ola Jess eu tinha muita curiosidade com esse livro, mas confesso que as resenhas negativas me desanimaram, ainda mais com essas expressões de meu amado HP, por isso estou deixando passar a dica de leitura dessa vez. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Oii!

    Eu achei desnecessário esse tipo de alfinetada as outras séries. Acho que faltou respeito com os demais livros e enfim. É a segunda resenha negativa que leio para a obra do autor e realmente sempre li elogios, é algo que me surpreende.
    Não leria no momento, mas não descarto a leitura de um futuro próximo.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com,

    ResponderExcluir
  4. Oi! Já ouvi falar muito desse livro mas nunca tinha lido por completo uma resenha sobre. A história parece ser boa e tem um toque de ironia interessante na escrita, mas não sei se leria, e já vi pelos coments anteriores que a escrita do autor é meio enjoada... Fora as mudanças de nomes dos outros livros, achei desnecessário :/ Chega a ser um desperdício pois o mote da história é ótimo.
    Beijo :*
    http://www.kuroneko1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá Brenda, esse livro é um dos que estão na minha listinha de desejados, mesmo que em todas as resenhas sejam destacados vários pontos negativos o enredo dele me deixa bem curiosa para lê-lo *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  6. Oi Jé! Tenho o mesmo problema com Patterson, dos livros que li apenas Caçadores de Tesouros que é um infanto juvenil me chamou atenção, gostei da forma como ele conduziu a história nesse livro mas em Bruxo e Bruxas eu não consegui me prender ou me conctar, tudo acontece muito rápido e sem muita explicação e isso acaba sendo bem chato. E sim, os personagens parecem bem infantis, com relação a referência eu não me lembro de ter lido, mas com certeza me irritou kkk, bom eu li só o primeiro e acabei sorteando os outros, não tava com clima para livros que não me agradam

    ResponderExcluir
  7. Então, sobre Bruxos e Bruxas... eu sei que quase ninguém gostou desse livro, mas eu curti... só que aí li o segundo e não gostei nada, aí parei a série para esperar o lançamento de todos os volumes e sofrer (ou não) tudo de uma vez. Acho que você fez bem em parar antes... rs... Espero que o último livro chegue por aqui, estou com os outros na estante só esperando.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    lembro que quando a NC lançou esse livro, eles fizeram uma campanha tão grande de marketing, que tomei nojo da obra HAHAHA. Sim, eu estava correndo dela, pois eles mandavam e-mail toda hora, carta com recorte de revista, floodavam as redes sociais e isso foi me deixando com tanta raiva que desisti. Contudo, o Gustavo lá do blog leu e teve uma opinião bem similar à sua. Não curti de cada um da saga ter sido escrito em parceria com um autor diferente, o James já tomou fama de Autor feat. na blogosfera HAHAHAH. Outra coisa que me incomodaria é esse lance de Harry Podre e etc... Acho que se é pra fazer referencia sem citar nome, faz de outra forma e não do jeito que ele fez ¬¬. Tô fora desse livro.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Brenda, tudo bem?

    Eu já vi vários comentários negativos sobre essa série, e não sinto nenhuma vontade de ler. Nossa, não sabia que existiam "paródias" de títulos de livros, não gostei disso, acho um desrespeito com os autores e tudo o mais... se quer fazer referência ou não cita nomes, ou coloca direito.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Olá... ao contrário de você li algumas resenhas bem negativas sobre esses livros... essas citações com outras obras que gosto demais... a pouca maturidade dos personagens para idade que eles tem e a falta de desenvolvimento na narrativa... e entre outras coisas... por esse motivo fiquei completamente desmotivada em querer esses livros... fora que uma amiga leu e nosso gosto por distopias é igual e ela disse que eu iria odiar... essa mistura de fantasia não se encaixou bem na minha visão de leitora... para dizer que estou jogando no escuro... folhei algumas páginas para ter uma noção e bom realmente eu não curti.... xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014