Resenha: Escola de Vilões - Jen Calonita


Será que um vilão pode se recuperar?
Gilly não se considera exatamente uma garota má... Porém, quando se tem cinco irmãos e irmãs mais novos, é preciso ser criativo para ajudar nas despesas. Ela é uma ladra muito boa, e disso tem certeza e pode se gabar. Até ser pega.
Depois de roubar uma presilha, é sentenciada a passar três meses no Reformatório de Contos de Fadas – no qual os professores são aqueles antigos vilões que já conhecemos, como o grande Lobo Mau e a malvada Madrasta da Cinderela. Quando, porém, ela faz amizade com alguns estudantes, como Jax e Kayla, aprende que esse reformatório vai muito além de sua missão heroica. Há uma batalha ganhando forma e Gilly precisa descobrir: os vilões podem realmente mudar?
Descubra o Lado B dos contos de fadas. Skoob / Goodreads
Autora: Jen Calonita
Editora: Única
Páginas: 192
Nota: 4/5

Escola de Vilões, de Jen Calonita, foi publicado aqui no Brasil pela Única Editora. Nesse livro você não vai conhecer as histórias das princesas, mas sim dos vilões. Todos sabem que o sapatinho de cristal de Cinderela faz muito sucesso no reino de Encantadópolis, mas para a família de sapateiro isso se tornou seus piores pesadelos. Tudo isso porque quem passou a fazer esses sapatinhos foram as fadas, com isso, as coisas ficaram difíceis para as famílias de sapateiros.

Gillian Cobbler, mais conhecida como Gilly, é filha de um sapateiro e sua família está enfrentando uma situação financeira muito ruim, por isso para ajudar nas despesas da casa acaba roubando. Ela é uma ladra muito boa e só rouba dos nobres, pois para Gilly eles não precisam de tanta riqueza. Ela acha que não estava fazendo nada errado, afinal está tentando ajudar seus cinco irmãos. Mas quando é pega por roubar uma presilha é sentenciada a passar um tempo no Reformatório de Contos de Fadas para transformá-la em uma jovem decente.

“Você, minha pequena ladra, está indo para o Reformatório de Contos de fada.”

O Reformatório de Contos de Fadas foi criado por Flora, madrasta da Cinderela, e é um programa para os criminosos e delinquentes com intuito de transformá-los em futuros heróis. Os professores desse reformatório são nada menos que nossos antigos vilões, como o Lobo Mau, Rainha Má, Bruxa do Mar, entre outros.

Todos pensam que o RCF é um lugar amedrontador e perigoso, mas Gilly se surpreende com o lugar e percebe que as coisas não são tão chatas como dizem. Ela acaba fazendo amizade com Jax, um ex-trapaceiro, e Kayla, uma fada. Mesmo com algumas pessoas irritantes – vulgo Jocelyn – a vida nesse lugar parece interessante para a pequena ladra, porém quando coisas estranhas começam a acontecer o medo assola todos no reformatório.

Escola de vilões é legal e divertido, mas o final não foi satisfatório e eu queria mais detalhes. Fiquei angustiada com tudo, para depois a autora fazer isso comigo? Dei nota 4 por causa disso, mas depois que terminei a leitura descobri que Escola de Vilões faz parte de uma série. O segundo volume da série homônima, intitulado Charmed, está previsto para março de 2016 no exterior. Ou seja, uma notícia maravilhosa e vou esperar com ansiedade esse lançamento.

Eu adorei a Gilly, ela é independente, ama profundamente e faz de tudo para proteger as pessoas que ama. Outra personagem que gostei – isso vai soar contraditório – foi a diretora Flora, ela é inteligente e sabe que causou muito mal para Cinderela, que só pode se redimir consigo mesma fazendo o bem para seus alunos.

A capa do livro é linda, a diagramação é básica, a letra está num tamanho ótimo para leitura e não encontrei erros de revisão. Escola dos vilões é um livro leve e a mensagem que transmitiu foi de que as pessoas podem mudar, de que um vilão pode transforma-se numa pessoa boa e tentar redimir seus erros. Mas também mostra que os heróis podem cometer erros e atingir, de forma indireta, uma pessoa. Como foi no caso dos sapatinhos de cristal, a princesa Ela acabou prejudicando a família de Gilly, mesmo sem saber que isso poderia acontecer. Mas é um livro em que as pessoas, a maioria, reconhecem seus erros e isso foi o mais legal dele, acompanhar o desenvolvimento e amadurecimento dos personagens. Em suma, recomendo a leitura do livro.

Quotes:
“Minha família estaria muito melhor se as princesas não tivessem dado à fada madrinha de Ela todos os pedidos de calçados formais.”
“Não é fácil deixar que o mundo veja o monstro que você foi e torcer para que nunca mais seja visto.”
“Poder verdadeiro é aprender a colocar os outros em primeiro lugar e não julgar um livro pela capa, por assim dizer.”

 

12 comentários:

  1. Oi Jess! Não conhecia esse livro, mas que história legal. Adoro releitura de contos de fadas e saber que agora fala dos vilões me deixou curiosa. Resenha maravilhosa. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Jess, sua linda, tudo bem?

    Fala sério, comecei a ler ontem esse livro e já comecei a ler a sua resenha com medo kkkkkkkk aí quando você falou do final pensei:"mentira né?" kkkkkkkk mas poxaaaaaa, eu tava muito super afim de ler esse livro, só que odeioooo pegar série do início e ter que esperar pro lançamento do segundo livro ¬¬ e eu nem sabia que era série! Morta kkkk Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Jéssica, tudo bem??
    Eu acho a capa deste livro linda, bem produzida que engrandece os olhos de quem é louco por capas - vulgo euzinha aqui - a narrativa parece ser muito boa e a leitura parece fluir bem, porém não sei se pretendo ler... o final que citou me deixou meio com o pé atrás... detesto finais que possam me frustrar, mas como se trata de série... acho que vou esperar pelo menos o segundo sair para tomar uma decisão... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Jéssica, li uma resenha esses dias atrás que me passou uma ideia totalmente diferente do que esse livro é, mas acho que isso está ligado ao ponto de vista de cada leitor. Porém, ambas as resenhas são positivas e eu estou mais animada para ler esse livro agora. Tenho ele em casa e será uma das minhas próximas leituras

    ResponderExcluir
  5. Ola Jess adoro essa capa. e no mínimo estou intrigada com essa escola com vilões sendo professores( estou aqui morrendo curiosidade de saber como será assistir uma aula dessas ) kkkk uma pena que algumas questões do livro não foram respondidas. isso deixa o leitor meio perdido mesmo. Mas não resisto e vou ler o livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem
    Não vejo a hora de ler esse livro, achei a ideia super original, nunca li nada parecido. Antes de mais nada, tenho que comentar que adorei a capa nacional e também adorei essa que você encontrou do segundo livro, são lindas!!!!!! Definitivamente a mensagem da autora é linda também, pensar que até mesmo a pessoa capaz das piores atitudes, também é capaz das melhores. Ninguém é bom ou mau por completo, todos nós temos salvação, podemos ainda trilhar o caminho certo. Sua resenha ficou ótima, não vejo a hora de ler!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    A coisa que mais estou amando nessa série são as capas, as mais lindas da estante até o momento! Li o livro e gostei muito, mas não posso negar que o público alvo dele é o infantil. Contudo, olhando pelo lado positivo, esse foi o livro que me tirou de uma ressaca literária horrenda que tive há alguns meses. Vale a pena conferir sim o texto.


    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie, Jessica!
    Faz tempo que não leio algo assim tão despretensioso. Adorei a capa e amei a premissa. Ri com os nomes meio bobos, mas francamente, amo obras assim. Estou louca para ler e espero poder fazê-lo em breve. O título já me chamava a atenção, agora com sua resenha eu sei que definitivamente preciso ler.

    Com carinho,
    Celly.
    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Jess, tudo bem?
    Gosto muito da proposta desse livro pois foge bastante do que estamos acostumados. Deve ser estranho ter os vilões como professores, e a mocinha no reformatório, essa é uma história que definitivamente eu quero ler.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  10. não tinha como não ser uma série
    porque fica tudo tão abstrato e seria tipo pra se matar

    ResponderExcluir
  11. Quando está previsto lançar o segundo livro aqui no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Brenda! Ainda sem previsão aqui no Brasil, mas vou ficar de olho na página da Editora Única. Também estou curiosa a respeito da continuação.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!