Resenha: O Último dos Canalhas - Loretta Chase

O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a der- rota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação. Skoob / Leia um Trecho

Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Nota: 4/5

O Príncipe dos Canalhas #1 (Resenha feita pela Jéssica)

O Último dos Canalhas é o segundo livro publicado no Brasil da série Scoundrels (Canalhas) de Loretta Chase, porém é o quarto originalmente publicado​. Não sabemos se a editora Arqueiro irá publicar os outros​, nem se há uma previsão​.

Antes de começar quero dizer que não li "O Príncipe dos Canalhas" ainda (ouvi falar tanto nele que já enjoei antes de ler...rsrsrs, sem falar nos spoiler que já recebi #triste)​, por isso não tenho como comparar esse com o livro anterior e mesmo que não seja continuação, acho que teria sido melhor ler o primeiro antes desse dada a participação do casal anterior na trama. Mas nada disso me atrapalhou.

Vere Mallory é literalmente o último canalha da família, que herdará o título de duque de Ainswood, logo após uma sequência de perdas e funerais dolorosos. Agora ele não tem mais o que perder e simplesmente aproveita sua vida da forma mais escandalosa e despreocupada possível.

​Lydia Grenville é uma jornalista corajosa e independente​,​ destemida e obstinada, totalmente a frente de seu tempo e não poupa esforços para conseguir o que quer (muito menos a sua próxima notícia no jornal Argus). Faz um belo trabalho salvando moças ingênuas das garras de Coralie Bress, uma cafetina que as engana pregando golpes para ter mais escravas em seu bordel.

Vere atrapalha Lydia em uma missão resultando na humilhação pública dele mesmo. Agora ele quer se vingar da "​mulher​-dragão"​, mas no seu plano de conquistá-la acaba por causar encontros convenientes (e inconvenientes também)​ e ajudando Lydia em sua investigação algumas vezes e essa aproximação rende bons momentos divertidos ao leitor.

Vere adora uma boa farra e mulheres, mas não acredita que elas possam ser mais que um corpo bonito ao seu bel-prazer​, por isso que se sente tão intrigado com Lydia. Ambos possuem muito mais coisas em comum do que imaginam em seus passados secretos​, seus gênios fortes e​ orgulho levando-os a uma​ aposta perigosa ​que selará o destino dos dois para sempre​.​

​A vilã nem é tão vilã assim​, não apareceu o suficiente para deixar sua marca e meu ódio por ela, apesar das coisas graves que faz. ​​​A participação ​dela foi pouca e acho que poderia ter sido trabalhada de uma outra forma para que tivesse um suspense maior​. ​​O livro é legal, mas acho que tinha expectativas muito altas graças aos vários elogios e suspiros que vi referente ao "O Príncipe dos Canalhas".​

Muitas risadas são garantidas graças a química e total antipatia dos protagonistas. No geral, o livro é um bom romance de época e acredito que indispensável para quem leu o anterior.

Quotes:
"Pelo que falavam, o duque Ainswood era um dos libertinos mais depravados, inconsequentes e teimosos listados no Nobiliário de Debrett, o que não era um feito pequeno, levando-se em conta o estado lamentável da aristocracia atual."
"A ousadia dela, além do rosto e do generoso corpo, o excitava antes mesmo de ele puxá-la para si e tocar seus lábios."
"Não podia operar milagres e curar tudo o que as afligia, mas podia fazer por elas o que não pudera fazer pela mãe e pela irmã: podia falar por elas. Nas páginas da Argus, suas vozes eram ouvidas."




14 comentários:

  1. Oieee, gostei da resenha, vou pesquisar mais sobre esse livro, estou para fazer isso faz tempo, mas nunca faço. Gostei dos Quotes tbm! <3

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gostei muito da resenha. Confesso que até então não conhecia a série, tampouco esse livro. Me parece ser um livro bem divertido de ler porque ambos vivem em ''pé de guerra'' e essa batalha pode trazer muitas reviravoltas.
    Feliz Ano Novo e sucesso nessa nova caminhada!
    http://blogladoescuro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii, gostei bastante da sua resenha, este livro estou o namorando bastante tempinho já hahahaa e espero ler em breve.
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. ai, que ruim quando a gente pega abuso por algo que falam demais a ponto de nos enjoar... comigo acontece quase sempre xD
    ainda mais com spoiler, que faz ir por água abaixo qualquer interesse minimo que a gt possa ter com o livro...

    mas pelo menos dá pra fazer a leitura desse sem se perder por nao ter lido o anterior, né??? acho que eu toparia a leitura, mas não no momento... fiquei curiosa com a antipatia dos protagonistas hehehe

    ResponderExcluir
  5. Eu ouvi falar desses livros também, em váários blogs. Mas não tenho interesse mais nele. É um livro que depende do meu humor para querer ler. O bom é que não depende - necessariamente - do primeiro para poder ler.

    ResponderExcluir
  6. Acho as premissas dos romances de época muuuito semelhantes e batidos, mas não consigo deixar de gostar deles. Amo os livros do gênero e tenho muito interesse nos da Loretta. Ainda não conheci o trabalho da autora, mal posso esperar.

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Sua resenha está ótima mas não sou fã de romance de época apesar de só ouvir elogios haha então vou deixar a dica passar

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Brenda, sempre leio maravilhas nas resenhas sobre esse livro, vejo que é uma leitura para se divertir além de suspirar. Adoro ler uma vez ou outra esses romances, são leves e descomplicados, ótimos companheiros para se distrair. Pode deixar que esse já está na minha lista de desejados :)

    umreinomuitodistante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não curti muito a premissa da história, mas é um gênero que não curto. Acredito que o enredo e seu desenrolar seja atraente para quem gosta. Vou deixar a dica passar ;)

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  10. oi ^^
    pelo menos as risadas são garantidas. pena que a vilã não foi muito trabalhada.
    até quero ler esse livro, mas não no momento.
    de qualquer forma gostei da sua opinião.Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha e esse livro me instiga muito, principalmente o primeiro, ao qual quero muito ler! Que chato a vilã não ter sido o que esperava...

    Abraços e até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Eu fiquei muito interessada no primeiro livro lançado pela Arqueiro, mas como você eu também fiquei saturada por tantas resenhas e spoilers na minha cara. Eu gosto de romances de época, principalmente quando fogem da premissa mocinho e mocinha bonzinhos. Uma pena que a vilã não tenha tido o foco esperado. Espero conhecer a série.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Brenda!
    Ótima resenha. Bom, você conhece bem meus gostos literários e esse é um livro no qual eu passo longe rsrs
    Em breve ele será resenhado no blog pela Isadora, ai, quem sabe, vocês duas possam trocar impressões sobre a obra :)
    Beijos
    Academia Literária DF

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Confesso que não costumo ler muitos romances de época, mas ultimamente estou ficando curiosa com vários livros e acho que logo entro nessa onda kkkkk Bom, se eu fosse ler esse livro iria querer ler o outro antes, embroa isso não tenha te atrapalhado, acredito que para mim seria melhor.

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!