24 fevereiro 2016

Resenha: A Desconhecida - Peter Swanson

Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras.
Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la? Skoob / Orelha de Livro


Autora: Peter Swanson
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Nota: 3,5/5

George tinha uma vida normal com seu trabalho e um relacionamento sem compromisso até Liana Decter reaparecer em sua vida. E não foi por acaso que ela voltou, Liana está com problemas e recorre a George para ajudá-la. 

Reencontrar Liana depois de 20 anos é um choque para George e o faz lembrar de seu passado juntos fazendo aflorar seu instinto protetor e concordar em ajudá-la mesmo nas situações mais descabidas possíveis, se deixando influenciar por seus sentimentos e a lembrança da mulher que acha que conheceu.

Eles se conheceram na universidade e tiveram um relacionamento perfeito até chegar as férias das quais Liana nunca mais voltou. George decide procurá-la e acaba descobrindo que ela não era bem quem dizia ser, mesmo assim não deixou de sentir algo por ela. Por isso, George se deixa influenciar e envolver numa série de acontecimentos cada vez mais perigosos e confusos onde fica cada vez mais difícil saber quem diz a verdade.

"Ela deixa rastros de caos por onde passa" com um subtitulo desses é de se esperar bastante coisa e de fato o livro tem ritmo. Os acontecimentos não cessam até o final do livro. A mulher misteriosa é de fato uma desconhecida e ninguém sabe quem ela realmente é o que facilita seu dom de persuasão e dissimulação.

O livro tem 27 capítulos narrados em terceira pessoa intercalando entre o presente e o passado pelo ponto de vista de George. É dessa maneira que vamos aos poucos conhecendo essa mulher misteriosa e tudo que ela é capaz de fazer para ter o que quer e é também por isso que fiquei muitas vezes revoltada com o protagonista por sua ingenuidade cega se deixando comandar por uma paixão adolescente.

Boa parte da resolução dos mistérios fica a cargo de especulações e o final em aberto. Tinha algumas expectativas quanto ao livro e nem todas foram atendidas, mas não foi o pior suspense que já li. A trama prende do começo ao fim mesmo quando temos vontade de bater na cabeça do protagonista até ele ter algum juízo. Recomendo para quem gosta de suspense com bastante ritmo para que tiram suas próprias conclusões.

Bjin da B

Quotes:
"George imaginara esse momento muitas vezes, mas, de alguma forma, nunca tinha pensado no que poderia ocorrer. Liana não era apenas uma ex-namorada que tinha partido seu coração, ela também era, até onde ele sabia, uma criminosa procurada, uma mulher cujas transgressões estavam mais alinhadas com as de uma tragédia grega do que uma simples indiscrição da juventude."
"Ninguém pode escolher a família em que nasceu. Ninguém pode escolher o próprio nome, ou a aparência, ou que tipo de pais tem. Mas, quando ficamos adultos, temos a chance de escolher, e podemos nos tornar a pessoa que gostaríamos de ser."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014