31 março 2016

Resenha: Nunca Jamais - Colleen Hoover e Tarryn Fisher

Charlize Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlize e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo de estarem juntos para começo de conversa. Skoob / Leia um Trecho



Editora: Galera Record
Autora: Colleen Hoover
Páginas: 192
Nota: 3,5/5

Nunca Jamais, publicado aqui no Brasil pela Galera Record, foi escrito pela autora Colleen Hoover em parceria com Tarryn Fisher. Eu sou fã de Hoover desde que li Um Caso Perdido, então comecei a ler outros livros dela e acabei me apaixonando perdidamente e, claro, fiquei curiosa com esse novo lançamento.

Charlie Wynwood e Silas Nash são namorados e amigos há muitos anos, mas aparentemente em um dia qualquer eles perdem a memória. Mas aí que está a loucura: eles se lembram de coisas básicas, mas não se recordam quem são, da família, dos amigos, todas as recordações deles juntos. Nada. Nada mesmo.

"O fato de que a gente se lembra de coisas básicas, mas não das pessoas, pode significar tudo."

Quando descobrem que são namorados e que estão passando por esse mesmo problema os dois acabam se unindo, mesmo que a situação seja estranha, para tentar entender o que aconteceu. Nunca Jamais é um livro com uma história inovadora e que me deixou com muitas perguntas, porém em alguns momentos fiquei confusa com esse acontecimento tão estranho. Eu fiquei muito nervosa e agoniada com tudo, mas entendo que é apenas um introdução a história deles.

Assim como nos Estados Unidos, a Galera decidiu publicar Nunca Jamais em três partes, ou seja, vamos sofrer para saber o que vai acontecer com esse casal. Não quero aprofundar na história, pois é tão confusa e diferente que poderia dar spoilers. Porém tenho que ressaltar que Charlie e Silas possuem uma personalidade que gostei muito, a construção deles foi bem desenvolvida pelas autoras e mesmo tão confusos acabam encantando com personalidades tão distintas. Dar para perceber, através de alguns acontecimentos, que antes de tudo eles agiam de forma diferente, mas agora são francos e divertidos.

É um thriller bem misterioso e com cenas que me deixaram com várias teorias sobre o que aconteceu, mesmo sem revelar nada e espero que não demore muito tempo pelos próximos volumes. A capa do livro é bem bonita, a diagramação é básica com uma letra razoável para leitura e não encontrei erros de revisão. Um livro que deixa muitos mistérios, com personagens que escondem vários segredos e um casal que vai ter que batalhar muito para tentar encontrar as respostas.

Podem ter percebido que acabei não dando uma nota tão alta e o motivo disso é o seguinte: Todo livro da Colleen Hoover acaba com qualquer leitor. É uma destruição de sentimento e tramas permeadas de dor, sofrimento, altas doses de sentimentos e personagens marcantes. Mesmo adorando Charlie e Silas eles não se comparam com os outros personagens criados por Hoover, senti tanta falta daquela escrita dela arrebatadora e voraz que me deixa no chão e chorando dias, que não consegui dar uma nota maior. 

Nem consigo explicar muito sobre a história de Nunca Jamais porque é tão diferente e estranha que só lendo mesmo para tentar entender. Foi uma leitura rápida e o livro é bem curtinho, só que depois de livros tão fantásticos senti falta de uma história marcante. Pode ser que nos próximos volumes eu mude de opinião, pois o final foi chocante e fiquei tipo "O que foi isso? É mentira, né?" e já aviso que recomendo a leitura sim. Mas se você conhece a escrita da Colleen vai sentir uma diferença, ao menos comigo foi assim, e não vá com tanta sede ao pote.

Leia esse livro em uma tarde de folga, pode ser em casa aproveitando a chuva ou numa tarde ensolarada. Ou mesmo leia no ônibus ou metrô, como foi o meu caso e vai perceber que é uma leitura para se divertir. 

Quotes:
"Eu posso até não me lembrar de nada sobre Charlie, mas aposto que seu sorriso sempre foi o que mais gosto nela."
"A vulnerabilidade é algo que a faz se sentir frágil, então ela está fingindo ser mais durona do que realmente é."



11 comentários:

  1. Oi Jéssica
    N imaginava que a historia fosse tao diferente...
    A capa n me chamou mt atenção, mas agora eu qro lê-lo!
    Obrigada pela dica!

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar deste livro, mas infelizmente ainda não tive tempo para lê-lo, espero conseguir em breve.
    em post novo lá no blog! Depois de um tempinho sem postar ( aquelas fases sem inspiração, sabe?) voltei com tudoo
    Esse post fala de como somos podados pela sociedade e perdemos nossa essencia e nossas asas. Muito bom para filosofar hahaha
    Passa lá
    Vou adorar sua visita
    http://sonhandoacordadaofficial.blogspot.com.br/2016/03/asas-cortadas.html

    ResponderExcluir
  3. Olá Jéssica,

    já li resenhas sobre esse livro, parece ser de fato bem legal a trama, o enredo, gostei da capa, e estou com vontade de ler. Pelo visto você gostou bem da leitura, foi chocante o final e a obra divertida para você. Parabéns pela resenha, adorei. bjusss.
    www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. O motivo pelo qual vc tirou uma estrela é exatamente o motivo que eu nao leio mais Nicholas Sparks. Bem, essa autora eu nunca li, mas se perceber algo igual nesse sentido a abandono tb. Eu detesto sofrer tanto lendo, porque me envolvi de verdade
    No mais, adorei sua resenha. Ti com essa obra na minha lista há um tempão!

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  5. Mas como isto? Como pode a editora dividir a história em três partes,e logo uma história instigante como esta?? Eu não sei se me aguentaria de curiosidadr para saber o que houve com o casal, deu vontade de ler logo o último livro já, hehe.

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books.

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem?
    Quando eu vi o lançamento fiquei super curiosa, pois a autora é muito elogiada. E essa capa me chamou logo a atenção. E que mistério é esse que os envolve? Porque eles perderam a memória? E o que esse título significa? Nossa, que trama diferente parece ser letrizante!!! Que pena que não teve a mesma intensidade dos outros livros, mas promete. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. A gente acaba acostumando com o jeito de escrita do autor, parece até afronta quando ele muda um pouquinho. Nunca li um livro dela, mas já ouvi falarem muito bem. Quero muito!

    Beijos, Thay.
    http://www.leitoranamoda.com

    ResponderExcluir
  8. Muito linda sua resenha! Já tinha ouvido falar do livro e realmente tinha achado algo confuso, mas você conseguiu suavizar. Agora compreendi melhor a premissa do livro. Esse negócio de continuação me mata. heheh

    Mas vou tirar um tempinho pra ler sim!
    Beijos!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  9. Ei, tudo bem?
    Acho que por eu nunca ter lido nada antes da autora, foi que eu curti tanto a leitura. Ele é bem confuso mesmo e te deixa doida, mas acho que isso é por ser uma introdução, e por ser tão curtinho, não deu mesmo para explicar muita coisa. O final realmente foi chocante, eu não acreditei que as autoras fizeram isso comigo. Estou bem ansiosa pelo próximo volume, espero que ele seja mais esclarecedor que esse primeiro.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  10. Oba!! Leitura para ônibus e metrô já me conquistou hahaha!! Acredite que nunca li nada da Colleen?? Mas já anotei essa dica aqui na minha listinha infinita. Amei a resenha Jessica!!

    ResponderExcluir
  11. Oi!!
    Eu ainda não li nada dessa autora, mas tenho vontade de conferir a escrita dela, pois sempre vejo comentários positivos.
    Que coisa louca né imagina perder a memória, pior é esquecer os amigos, a família e quem é, nossa não consigo imaginar algo assim acontecendo comigo. Pelo visto ele livro te fez sofrer né, por isso eu ainda continuo afastada dele. Vou esperar um pouco para decidir se leio ou não.
    Beijão!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014