10 agosto 2016

Resenha: A Caminho do Altar - Julia Quinn

Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. 
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?
A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la. Skoob / Orelha de Livro

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Nota: 5/5 FAVORITO 


A Caminho do Altar, de Julia Quinn, é o oitavo volume da série Os Bridgertons. Publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro, o livro conta a história de amor de Gregory, o último Bridgerton a se apaixonar.

Como dizer adeus a uma série tão fantástica e com uma família maravilhosa? Aqui estamos com o livro do Bridgerton que menos conhecíamos, porque ele e sua irmã Hyacinth são os mais novos, porém Gregory quase não ficava em casa por causa dos estudos.

Gregory é um romântico incorrigível e todo seus irmãos se casaram por amor, então ele não espera encontrar menos que isso. Ele quer encontrar a mulher certa, aquela que vai acabar com suas estruturas e ele tem certeza que vai saber quando a encontrar. Isso acontece, mas Hermione Watson é apaixonada por outro e não está nem um pouco interessada em Gregory. Porém sua melhor amiga, Lucinda Abernathy, não gosta do homem que Hermione é apaixonada e vai juntar forças para ajudar Gregory a conquistar sua amiga.

Eu adorei Hermione, mas sabia desde o princípio que ela não era para Gregory. Lucinda, Lucy para os íntimos, me conquistou logo de cara e eu fiquei torcendo desesperadamente para Gregory ficar com ela. Como o destino é incerto tudo pode acontecer, né? Mas sempre tem um empecilho, pois Lucy é prometida, desde muito tempo, a um homem que mal conhece.

Com uma característica metódica e com sinais de TOC, Lucy cativa os leitores por sua inteligência e sagacidade, além do fato dela ser incrivelmente doce. Gostei de Lucy desde o princípio e torci desesperadamente por seu final feliz.

Julia Quinn mostra nesse livro que amor à primeira vista nem sempre é o que parece, porque eu mesma não consigo engolir muito bem quando um personagem se apaixona imediatamente por alguém (como foi com Gregory em relação a Hermione). Acho mais natural quando isso acontece depois que os dois convivem e se conhecem realmente. O que Quinn traz aqui é um amor que estava bem ali, mas que você precisa olhar com atenção para perceber que aquela pessoa sempre foi a certa para você.


O meu preferido da série é Os Segredos de Colin Bridgerton, mas A Caminho do Altar fechou a história dos irmãos com maestria. Um encerramento para esses irmãos não poderia ter sido diferente, com desencontros, amor incondicional, esperança e determinação para alcançar seus objetivos e também muitos suspiros com esse romântico Bridgerton. Julia Quinn me fez ficar apreensiva e louca para saber o que iria acontecer, porque esse último volume foi de cortar o coração.

A família Bridgerton é alegre, divertida e apaixonante. Geralmente naquela época as famílias não eram tão próximas assim, sabe? Em muitos livros de época que já li, nessa série mesmo da Quinn, algumas se tratam com cordialidade e educação, mas também têm várias que não se suportam e que mantém apenas as aparências. Além do fato que os jovens geralmente deveriam ser casar apenas pela estabilidade financeira e status da sociedade, então temos a família Bridgerton, que é poderosa na sociedade londrina, mas que é feliz e se amam completamente, além do fato de todos (começando por seus pais) terem ser casados por amor. É uma família especial e que tem uma mãe maravilhosa.

Foto retirada do Facebook da Editora Arqueiro
A diagramação é típica da editora com uma letra num tamanho ótimo para leitura e não encontrei nenhum erro de revisão. A capa é linda, né? Pra mim representa muito a história, principalmente a flor.

Violet, a matriarca da família, ficou viúva cedo demais e criou seus filhos sozinha e com muito amor. Eu sempre tive curiosidade em saber como foi a história dela com seu marido Edmund, então a Arqueiro nos proporciona mais uma alegria ao confirmar que vai publicar, com previsão para novembro deste ano, The Bridgertons: Happily Ever After, um livro com epílogos de cada volume anterior e um conto sobre a história de Violet. Em suma, só posso agradecer a Quinn por ter inventado a família Bridgerton e a Arqueiro por ter lançado essa série maravilhosa.

Quotes:
"Só porque sabia que seu verdadeiro amor existia não significava que ele o queira imediatamente."
"Não importava o que o coração dela sentia ou deixava de sentir, porque ela não poderia fazer nada a respeito. Que sentido fazia ter sentimentos se eles não poderiam ser direcionados para um fim tangível?"
"Foi como sempre imaginara - aquela sensação mágica e arrebatadora de saber que sua vida estava completa, que ela era a garota certa." 





16 comentários:

  1. Oiii Jéssica, coomo vai?
    Infelizmente dessa vez irei pular a dica, não costumo gostar de livros de romances de época, mas a sua resenha está incrível com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Jéssica, mesmo não tendo lido nenhum livro dessa série sei que ela é uma das mais amadas do gênero das que foram publicadas pela Arqueiro e tenho muita curiosidade de conhecer esse irmãos. Através da sua resenha deu para perceber que nessa narrativa o amor vai ser construído aos poucos e fico feliz por ter notado levemente que a história terá uma "reviravolta" em algum momento. Adorei, louca para começar a ler

    ResponderExcluir
  3. Oi Jéssica!

    Sabe que eu tenho muita curiosidade de ler algum livro da Júlia Quinn? Eu não sou muito fã do gênero que ela escreve, sempre que leio tenho a impressão que a história se repete, mas falam tao bem da escrita dela. Além do mais, me interessei especialmente por esse, porque fala sobre melhores amigos. Às vezes quem a gente ama tá bem na nossa frente e a gente não percebe, né? hahahaha

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br

    ResponderExcluir
  4. É bem clichê essa parte de "fulana tenta ajudar e acaba se apaixonando" e eu sou completamente louca por clichês, esse livro é totalmente a minha cara hahaa. E não pude deixar de comparar o nome da personagem "Hermione Watson" com a Hermione Granger interpretada por Emma Watson, referências... haha. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda. Ah.. eu também amo clichês, principalmente nos romances de época. Há outras referências sobre HP no livro..rsrsrs. Beijos!

      Excluir
  5. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem?
    A maioria das resenhas que li estão dizendo que esse livro foi um pouco fraco em relação aos outros. Que bom que para você não foi. Que conseguiu se apaixonar. Agora me diz, porque cortou seu coração? Eles não ficam juntos? Pois eu já estou torcendo aqui por eles depois do que você falou. Concordo com você, a convivência deles, a intimidade, a cumplicidade pode gerar um amor profundo, ao contrário do que ele pensa ter em relação a Hermione. Estou louca para ler essa série. Sua resenha está ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila, tudo bem?
      Não posso dizer, né? Mas você vai sofrer um pouco..rsrs. Eu achei esse livro perfeito. Os mais fracos pra mim foram o 5 e o 6. Beijos ;)

      Excluir
  6. Eu adoro romance de época, e essa série é uma que eu quero muiiiito ler, vou aproveitar que já tem todos lançados, né? Eu adorei a resenha do último livro, me deixou muito empolgada para ler os anteriores saber dos pontos positivos. E realmente é difícil ver uma família unida, que não seja mesmo por educação, então estou curiosa para conferir o relacionamento deles.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dessa! Aproveita sim, pois agora pode ler tudo de uma vez. Essa família é maravilhosa. Vale a pena!

      Excluir
  7. Ai, saber que esse volume foi de cortar o coração me faz querer chegar bem rápido nele! Só li o primeiro livro da série, mas de cara me apaixonei por essa família e tenho certeza que vou amar a série toda! E não sabia que iria ter esse outro livro, achei o máximo a proposta. É lindo demais ver todos os integrantes da família irem contra o costume vigente e se casarem por amor.

    ResponderExcluir
  8. OOi!
    O que mais me chamou atenção de inicio já foi o nome da personagem, haha, uma mistura da Emma Watson e da Hermione. Adorei!
    Não li nenhum livro dessa série, não curto muito romances de época, mas olha, morro de vontade de ler eles. Só vejo elogios!
    Ótima resenha!

    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Jéssica, tudo bem? Olha, eu sempre quis ler essa série mas quando pensava nos oito (nove agora né?) livros desistia kkkkkk pq já acompanho tantas outras séries e trilogias que mds do céu. Não gostava muito de romance de época até começar uma série "as quatro estações do amor". Já tô começando a rever minha decisão de adiar essa leitura pq deve ser muito legal! Concordo com vc sobre paixões a primeira vista, é estranho mesmo mas antigamente como não se podia conviver muito acho que acontecia mesmo. Agora quero saber se ele fica com a Hermione ou a Lucy ¬¬ kkkkkkkk


    http://porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Jéssica!
    Bate aqui \o Também não me convenço com casais que se apaixonam de forma tão imediata ou puramente atrativa fisicamente; gosto de vê-los se conhecendo aos poucos, com uma relação de amizade bem sincera e bonita que depois evolui para algo mais, rs. Só por isso, pelo o que você falou, então, já sei que irei amar o livro quando o ler, porque mesmo não curtindo muito romances históricos, mas tenho muita vontade de conhecer essa série, depois de tantos elogios incríveis! Gregory e toda a sua família realmente marcaram muitos leitores, muitos corações, e espero poder começá-la em breve. ^_^ E que bom saber já de agora que ainda vem mais uma publicação referente à série para fechá-la com chave de ouro. O que é melhor do que epílogos dos casais que mais amamos somado a um conto inédito daquela personagem que, mesmo não sendo a principal, cativou a todos, não é mesmo? <3
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  11. Olá! Adorei saber que a série dos irmãos mais queridos por mim se encerra com chave de ouro! Mas imagino o quanto deve ser difícil se despedir dela! Adoro personagens doces que nos cativam e nos fazem torcer por eles! Finalizei o livro do Collin e ainda não peguei os próximos para leitura, mas a cada resenha fico louca para chegar logo a esse volume da série!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Jessica!

    Agora estou eu apaixonada por essa série sem nem ao menos ler os livros, rs. De verdade, você me deixou louca para ler esse livro e os demais da série, por mais que romances de época estejam saturados para mim, fiquei super interessada nesse, amo um romance bem amarrado, especial e que não se dá de uma hora para outra, estou até desconfiada de algumas partes da história, acho que já descobri alguns pontos, mas mesmo assim quero ler!

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
  13. Olá, Jéssica. Que pena que a série se encerrou, mas conquistou muitos leitores no Brasil, já vi centenas de blogueiros recomendando essa série da Julia Quinn. Na primeira oportunidade que eu tiver irei ler o livro, já que me interesso bastante pelo gênero.
    Que bom que este último livro fechou com chave de ouro, isso que importa!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014