Resenha Nacional: 1+1 (A Matemática do Amor) - Augusto Alvarenga e Vinícius Grossos

Lucas e Bernardo são dois garotos, os melhores amigos um do outro desde muito pequenos…
De repente, Bernardo recebe a notícia de que irá se mudar com a família para outro país. Foi o estopim para que os amigos percebessem o quanto era valiosa aquela amizade, algo que não queriam perder…
Bernardo reage mal e se revolta.
Lucas tenta transformar cada dia que resta com o amigo na melhor experiência de suas vidas. Ele escreve uma lista de coisas para fazer e pretende cumprir uma por uma, em todos os detalhes.
Mas, a cada dia, o fantasma da separação os assombra com um cronômetro, lembrando que o tempo se esgota e, nesses dias, os dois passam por grandes momentos juntos.
É quando os meninos percebem que há algo maior entre eles… um sentimento profundo, que não conseguem explicar e tornam todas aquelas experiências ainda mais intensas. Mas o que fazer com tudo isso quando se tem apenas 16 anos?            Skoob |Comprar: Amazon | Submarino | Americanas
Autor: Augusto Alvarenga e Vinícius Grossos
Editora: Faro
Páginas: 256
Nota: 3,5/5

Mais um livro do Vinícius para a conta, só que dessa vez em parceria com o Augusto Alvarenga. Confesso que não o conhecia até então, mas fiz o dever de casa e vi que ele escreveu Um café, um amor e Nova York contando a história de Camila e sua viagem a cidade que dá título ao livro. Não vou me alongar muito nessa parte porque ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas pela sinopse acho que pode ser uma leitura interessante.

O Vinícius já conheço um pouco mais, pois li O Garoto Quase Atropelado e gostei bastante. Então por saber que o tema do livro era polêmico e justamente por já ter lido um dos autores, que aborda de forma profunda essas questões de ordem interna, achei que valia a pena ler 1+1 - A matemática do amor.

No final das contas não me arrependi, novamente o texto foi muito bem escrito, mas de novo fiquei com aquela sensação de que os diálogos não combinavam com a cabeça de garotos de 16 anos. Eu gostei muito da forma como eles abordaram o homossexualismo, a delicadeza nas ações dos personagens e, principalmente, da realidade das dúvidas de Lucas e Bernardo ao longo livro.

Só que em vários momentos eles aparentavam uma maturidade que nem adultos tem, os pensamentos de Lucas demonstravam isso com muita frequência. Eu sei que tem muito adolescente que dá de 10 a 0 em muito adulto por aí no quesito maturidade, mas em vários momentos eu questionava alguns pensamentos dos garotos porque, pelo que foi apresentado, ele não tinha bagagem para isso.

Passei por isso também durante a leitura de OGQA, mas a experiência de vida dele e tantas idas à psicóloga justificavam aquela linha de raciocínio mais elaborada, já nesse livro não consegui identificar o gatilho para o boom de maturidade, mas isso pode ter sido falta de atenção minha também, me contem a sensação de vocês após a leitura!

Não deem tanta importância a isso porque o ponto central do livro é a amizade entre Lucas e Bernardo e a sombra da partida dele e da família para Portugal. Os dois são vizinhos, moram em uma cidade do interior e se conhecem desde que nasceram porque seus pais são muito amigos.

"Não lembro muito bem como eu e o Bernardo nos conhecemos. Até onde sei, ele sempre esteve ali, do meu lado. Na escola, sempre estudávamos na mesma sala. Ele me ajudava em matemática, e eu lhe dava uma mão em português. E assim nos completávamos, ajudando um ao outro, apoiando-nos mutuamente."

Quando, no início das férias, recebem a notícia de que o pai de Bernardo recebeu uma proposta de emprego irrecusável e eles vão se mudar para Portugal o mundo dos dois desmorona. A partir daí a história toma corpo e você vai acompanhar não o nascimento de um sentimento novo, mas vai ver como os dois percebem que não entendiam completamente o sentimento que nutriam pelo outro.

A leitura é bem fluida e você se vê preso a história em vários momentos querendo descobrir como um vai perceber a atitude do outro e como serão notados pelas pessoas da cidade deles. A profundeza com que os autores tratam a questão central da história é de aplaudir de pé, porque sou super sensível a questão, mas nunca havia lido nada que abordasse a homossexualidade com tanta delicadeza.

Recomendo a leitura e espero que vocês se sintam tocados pela história tanto quanto eu me senti. Ah! Tenho um último comentário, gosto muito da forma como o livro é real, não tem aquela pitada de conto de fadas que torna tudo maravilhoso em um segundo fazendo as pessoas esquecerem suas diferenças e passarem a se amar de uma hora para outra como se a carga vivida não influenciasse nas relações interpessoais. Não vou dizer as situações que me fizeram ter essa percepção porque aí seria spoilers de pontos importantes da história, mas vale a pena ler para descobrir ;)

Quotes:
"Eu sentia como se meu coração estivesse todo rodeado de muros. E as pessoas que eu mais amava - que deviam me amar também - estavam do lado de fora se afastando sem olhar para trás."
"E eu queria ter asas. Queria poder voar para bem longe e só observar o mundo acontecer por um tempo, sem participar, sem me incluir. Assim como eu me senti quando estava no mirante..."
"O Bernardo  podia ter lá seus motivos, mas nada justificava tamanha ausência. Eu tinha consciência de que as coisas estavam diferentes, mas ele fazia parte disso também."

Beijos!


20 comentários:

  1. To louca comprar esse livro... depois falo se gostei :) bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andie!

      Vamos ficar esperando e torcendo para você gostar.

      Beijos!

      Excluir
  2. Oiii Ana, como vai?
    Menina eu tenho tanta vontade de ler esse livro que você nem imagina, é um dos assuntos que muitas das vezes não é muito comentado, mas super anotei a dica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana!

      Eu acho que vale a pena a leitura, viu?! E o tema é tratado com muito carinho e dá o que pensar principalmente para quem pensa que homossexualismo é uma escolha da pessoa.

      Beijos!

      Excluir
  3. Oiiii Ana, tudo bem? Eu tenho muita vontade de ler esse livro =D
    Adoro livros com essa temática, apesar de ter lido poucos.
    Espero que eu consiga ler logo e goste tanto quanto você. E sobre a maturidade.... te entendo. Também fico com essa sensação às vezes.
    Beijooooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gislaine!

      Também li poucos livros sobre o tema, mas vou procurar me informar mais sobre outros que sejam bons. Quando ler conta o que achou!

      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Ana, tudo bem?
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha a respeito desse livro e gostei bastante da forma como você o descreveu na sua resenha, ficou bem claro o que você gostou e o que não gostou. Eu também acho que os diálogos e a maturidade precisam condizer com a idade dos personagens e as situações que passaram, portanto acredito que reagiria da mesma forma. Outro ponto que me chamou a atenção para o livro foi a sua nota final falando que os fatos são bem reais e fogem dos contos de fadas, eu gosto de ler livros que apresentem essa característica que mostrem que nem tudo é perfeito.
    Dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna!

      Que bom que gostou! Espero que se anime a ler o livro também.

      Beijos!

      Excluir
  5. Que capa mais amor... Achei linda!!!
    Acho que é complicado quando o personagem não condiz - ou passa a sensação de que não condiz - com a idade. Concordo quando você diz que tem muito adolescente que dá de dez a zero no quesito, mas isso acontece quando se tem uma bagagem para isso...
    Adorei sua resenha, ainda mais por conhecer um pouquinho dos autores - já tinha ouvido sobre os livros individuais de cada um mas não tinha me tocado que esse era um em conjunto...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lica!

      Que bom que já os conhecia! Eu conhecia apenas o Vinícius por já ter lido outro livro dele e achei o livro muito bem escrito.

      Beijos

      Excluir
  6. Olha, acho que essa maturidade não explicada que você notou nos diálogos me incomodaria bastante, então acredito que não leria, ainda que você recomende a leitura mesmo assim. Achei legal isso de não se tratar de um sentimento novo, e sim dos dois não compreenderem plenamente o que sentiam um pelo outro antes da notícia da separação, mas não me interessei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!

      Os diálogos são muito ricos e dão muito o que pensar, vou torcer para seu coração se abrir para ele em uma outra oportunidade :)

      Beijos!

      Excluir
  7. Oi Ana!
    Estou doida por esse livro desde que o Vinicius comentou a respeito dele. Quando li a sinopse fiquei extremamente curiosa, afinal a história parece ser puro amorzinho. Acho que ele vai fugir um pouco da regra dos demais livros que falam do mesmo tema e acho isso muito legal!
    Conheci o Vinicius no início desse ano e gostei demais dele. O Augusto também já conheço de internet, mas ainda não tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente. Leio muitos comentários bacanas sobre o outro livro dele.
    Tá na minha lista de desejados, acho que vou gostar muito quando ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyla!

      Que bom que você já está familiarizada com os autores e os livros, espero que possa mergulhar no mundo do Lucas e do Bernardo o mais rápido possível :)

      Beijos!

      Excluir
  8. Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    Eu fiquei aqui imaginando: essa notícia é ruim para qualquer pessoa enfrentar, pode ser um amigo, pode ser o namorado, pode ser um familiar. Esse tipo de mudança é difícil. No caso deles ainda teve o agravante de se perceberem só nessa hora que gostavam um do outro. O que fazer agora? Estou louca para ler esse livro, todos elogiam e estão se emocionando com eles. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila!

      Que bom que gostou! E eu me coloquei no lugar dos dois o tempo todo, apesar de que reagiria de uma forma completamente diferente acredito que por conta da diferença de idade. Mas a dor da perda, da distância e de tudo o que envolve a mudança seria tão profunda quanto. Espero que goste da leitura!

      Beijos!

      Excluir
  9. Já entrevistei o Vinicius Grossos quando lançou Sereia Negra. Sei que ele escreve bem. Não li 1 + 1, nem sabia do que se tratava, para ser sincero. Por enquanto não tenho interesse, estou no clima para ler outros gêneros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos,

      Quando não está no momento é complicado mesmo, mas espero que você se interesse futuramente. Boas leituras!

      Beijos!

      Excluir
  10. Oii!!

    Minha amiga vai me emprestar o dela pra eu conferir a obra. Gosto muito dos dois autores e torço pelo sucesso deles.
    Gostei dessas pontuações. Conversei com eles na Bienal e ambos disseram que foi bem tranquilo compor a obra. Uma única briguinha hahahaha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi xará!

      Menina! Porque eles brigaram? Tô curiosa agora! Hahahaha

      Beijos!

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!