12 setembro 2016

Resenha: Três Coisas Sobre Você - Julie Buxbaum

Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante. Skoob  Comprar: Amazon | Submarino | Americanas

Autora: Julie Buxbaum
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Nota: 3/5

Esse livro conta a história de Jessie Holmes, uma garota de Chicago, que perdeu a mãe há dois anos e acabou de se mudar para Los Angeles com o pai por causa do novo casamento dele. Do nada, ele chega em casa com a notícia de que conheceu uma nova pessoa, que estão casados e que vão se mudar para viver a partir de agora na casa dela.

Do outro lado, Rachel também sofreu uma perda, o marido morreu vítima de uma doença grave e, apesar de não falar muito sobre o assunto, ela e o filho, Théo, também sofrem bastante pela forma como tudo aconteceu. Você vai ver que no início Théo é bem babaca, mas depois você vai ter motivos para gostar dele, dê um voto de confiança.

Jessie deixou para trás Scarlett, uma amiga de uma vida inteira que a ajudava a não sucumbir aos problemas de autoconfiança. O relacionamento das duas é bem conhecido para quem está acostumado a ter uma amiga-irmã e gostei bastante da forma como a autora abordou isso, foi bem próximo do que vivemos.

Ela entra na escola Wood Valley, que é super badalada em Los Angeles e não consegue fazer amigos e nem se encaixar no mundo de glamour vivido na nova cidade. Logo no primeiro dia ela recebe um e-mail de uma pessoa que se chama de Alguém Ninguém. Essa pessoa passa a dar dicas para ela de como se relacionar com as pessoas da escola sem revelar quem é. No início Jessie não dá muita bola porque acha que é uma das meninas que faz bullying com ela diariamente querendo arranjar mais uma forma de zombar dela. Depois ela dá um voto de confiança e essa pessoa acaba virando um confidente.

Claro que o ápice do livro é descobrir quem é Alguém Ninguém (AN daqui para frente), no início isso não é o foco principal já que a pessoa deixa claro no primeiro e-mail que eles nunca vão se encontrar de verdade. Mas conforme a relação vai se aprofundando isso se torna quase uma necessidade. Para mim, ficou claro em poucas páginas quem era AN, a narrativa foi muito óbvia e dava indícios a todo momento de quem era essa pessoa. Ela até tentou apresentar outros personagens que pudessem se encaixar no papel, mas eles não tinham todos os elementos para compor o personagem anônimo por isso já os descartei de cara.

O livro é cheio de clichês que me deixaram um pouco enfadada durante a leitura. Jessie é a típica garota que sofre de problemas de auto estima, não consegue se relacionar com ninguém, tem um grau de inteligência maior do que o da maioria das pessoas, mas esconde isso para não ser julgada pelas pessoas da nova escola, passa a nutrir um amor platônico por alguém popular da escola, mas que também não se encaixa muito nos padrões, é egoísta em vários momentos... Enfim, isso te lembra vários outros livros e várias outras protagonistas que já conhecemos, né?!

Cada vez que era apresentada uma nova característica dela eu pensava: "Jura? Onde está a originalidade?" Eu sei que não precisa ser algo completamente novo, até porque com a quantidade de livros publicados desde que o mundo é mundo isso é praticamente impossível. Ainda assim, senti falta do tempero da autora no meio de todas aquelas coisas, se bem que até acho que ela tentou colocar umas tiradas mais cômicas em vários momentos do livro, mas não encaixou muito bem, na minha opinião.

Sei que isso pode ter sido algum problema de tradução, porque deve ser bem difícil traduzir uma piada específica de uma forma que faça sentido para nós. Mas a sensação que tive, no fim das contas, é que essas partes entravam na história sem contexto e de um jeito muito forçado. Por conta dessas coisas acabei não dando uma nota tão alta, mas acho que esse livro pode agradar muito o público teen ou qualquer outra pessoa que não se importe com clichês.

Quotes:
"Está vendo o que os e-mails fazem? Eu nunca diria algo assim pessoalmente. Grosseiro. Sugestivo. Como se eu fosse o tipo de garota capaz de fazer comentários assim."
"A vida me deu socos, cagou na minha cabeça, e eu caí de boca, para misturar as metáforas. Ou não. Às vezes a sensação era de que a vida tinha cagado na minha boca. O meu único motivo de orgulho: ninguém me viu chorar."
"Estou mais perdida, confusa e sozinha do que nunca. Não, o ensino médio não vai ser uma época que vou recordar com carinho."




19 comentários:

  1. Gostei da resenha... mas acho que não vou ler esse! hehe... :)

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar bastante desse livro, e sempre que vejo resenha dele só me da mais vontade de ler. Acho que você conseguiu me convencer um pouquinho mais, principalmente com esses quotes :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monique!

      Que bom que gostou! Depois conta o que achou ;)

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Ana!

    Eu fico aqui pensando... Que dia que se eu fosse super inteligente eu iria ficar me escondendo por medo de não ser aceita. Ah, cada um com os problemas deles pra lá, né? Ai, pelamor, pior coisa é quando a gente descobre logo de cara quem é o "personagem secreto", né? Só isso já me faz tirar vários pontos do livro... Com clichês, ainda por cima, fico com zero vontade de ler.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!

      Eu não gostei muito, mas é uma leitura para distrair a mente, você não tem que pensar muito, só ler. Se tiver cansada da vida e quiser algo leve para ler, esse livro deve se encaixar :)

      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Ana Paula!
    Mês passado teve clube do livro sobre Literatura Juvenil e esse foi um dos livros discutidos lá.
    Eu gostei do livro e do que foi falado lá no dia do clube (inclusive alguns pontos discutidos estão presentes na sua resenha). Confesso que sou adepta do bom clichê, desde que ele seja bem escrito. Mas acho que o que iria me deixar mais desmotivada era descobrir de imediato quem é AN. Gosto demais do mistério, de tecer teorias... acho que a leitura empolga mais quando tem um mistério pra incitar a imaginação.
    Acho que é um livro que me agradaria bastante, espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyla!

      Ele tem tudo a ver co jovens por abordar o bullyng de uma forma até bem leve. Espero que goste quando puder ler.

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi, Ana Paula!
    Já conferi várias resenhas positivas desse livro e apesar de suas eventuais ressalvas, minha vontade de lê-lo continua enorme! Clichês, na verdade, são comigo mesmo, realmente amo alguns tipos de clichês, e contanto que a leitura seja leve e consiga me entreter e divertir um pouco, já vai ser ótimo. Ok que esses clichês mais específicos do high school às vezes irritam, mas, né, nem tudo é perfeito, rs, e mesmo antes de ler, tenho uma sutil desconfiança do AN também, mas só saberei certeza quando ler, rsrs.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sâmella!

      Espero que se divirta durante a leitura! Eu nem citei os personagens da escola para não dar dica de quem era ele, segura essa dúvida! Hahahaha

      Beijos!

      Excluir
  6. Olá,
    Parece ser um livro realmente sem muitas novidades, mas as vezes é bom para termos uma leitura leve. Uma pena que você achou as piadas meio fora do contexto e talvez seja mesmo um problema de tradução.
    Eu gosto de ler alguns livros do gênero quando estou em uma ressaca e pretendo ler a obra sim, mesmo com suas ressalvas até porque gosto de ser do contra kkkk
    Quem sabe tenho outra opinião.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele!

      Essa é a melhor parte da Leitura, ela é uma experiência única para cada um e só depois de ler você vai poder ter uma opinião concreta do que é o livro. Espero que seja diferente para você!

      Beijos!

      Excluir
  7. Olá Ana!
    Já li comentários maravilhosos a respeito desse livro, mas não esperava que a narrativa fosse bem óbvia. Gosto muito de clichês e saber que nesse tem um mistério de descobrir quem é o Alguém Ninguém é bem interessante, mesmo você ter conseguido desvendar tão rápido. Já coloquei na minha lista de leitura e espero ler logo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thalita!

      Leia! E depois conte aqui o que achou, vamos trocar figurinhas ;)

      Beijos!

      Excluir
  8. Olá, Ana Paula! Primeiramente: você já me deixou extremamente curiosa com a identidade de AN!rs Também acho complicada a questão da originalidade quando se tem tantos e tantos livros do gênero, mas uma "quebrinha" de clichê que seja já faz uma leitora ou leitor mais feliz, não é? rs Adorei as suas observações, dá pra ver que você ja tem muita leitura na bagagem e isso é ótimo!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yohana!

      A parte da identidade é bem legal. Eu descobri logo, mas valeu a pena ver como ela descobriu no fim. Já li bastante mesmo, mas ainda falta taaaanto que parece que não foi nada Hahahaha

      Beijos!

      Excluir
  9. Minha colaboradora leu o livro e quando li a resenha dela fiquei bastante empolgada para ler. Agora conferindo sua resenha não desisti, mas já sei que é melhor eu ler sem muitas expectativas, né? Eu nem me importo com a parte de ser clichê, pois gosto até, mas tem que ter algo que diferencie um pouco, né? :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dessa!

      Foi exatamente isso que tentei passar, a leitura é válida, mas não é assim uma brastemp. Tudo vai depender do momento que você está vivendo e do que você já leu na vida. Se está acostumada a leituras desfiadoras não vai ser aqui que encontrará isso.

      Beijos!

      Excluir
  10. Olá! Fiquei feliz em saber que o livro trata de dramas familiares, perdas irreparáveis para vários personagens e fala sobre a amizade da personagem com uma "amiga-irmã" de forma bem real.
    Eu realmente não me importo com clichês e o livro está em minha lista de leitura. Sua resenha não me deixou desanimada, vou realizar a leitura em breve.


    Beijos!
    Karla Samira

    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karla!

      Que bom que não te desanimou! O propósito não era esse, só quis mostrar que não é uma leitura muito desafiadora. Vou ficar esperando você contar o que achou, tá?

      Beijos!

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014