16 setembro 2016

Resenha: Uma Canção de Ninar - Sarah Dessen

Remy não acredita no amor. Sempre que um cara com quem está saindo se aproxima demais, ela se afasta, antes que fique sério ou ela se machuque. Tanta desilusão não é para menos: ela cresceu assistindo os fracassos dos relacionamentos de sua mãe, que já vai para o quinto casamento.
Então como Dexter consegue fazer a garota quebrar esse padrão, se envolvendo pra valer? Ele é tudo que ela odeia: impulsivo, desajeitado e, o pior de tudo, membro de uma banda, como o pai de Remy — que abandonou a família antes do nascimento da filha, deixando para trás apenas uma música de sucesso sobre ela.
Remy queria apenas viver um último namoro de verão antes de partir para a faculdade, mas parece estar começando a entender aquele sentimento irracional de que falam as canções de amor… Skoob | Leia um Trecho | Comprar: Amazon | Submarino | Americanas

Autora: Sarah Dessen
Editora: Seguinte
Páginas: 352
Nota: 5/5

Outros livros da autora:
Just Listen
Os Bons Segredos

"Algumas coisas não duravam para sempre, outras sim. Como uma boa música, ou um bom livro, ou uma boa lembrança que se pode pegar e desdobrar nos piores momentos, segurando pelos cantos e olhando bem de perto, esperando reconhecer a pessoa que se vê ali."

Uma Canção de Ninar, de Sarah Dessen, foi publicado aqui no Brasil pela Seguinte, selo da editora Companhia das Letras. Toda vez que vejo um novo livro da Dessen eu quero ler e a considero, pra mim, uma das melhores autoras de YA. 

O livro conta a história de Remy, uma garota que não acredita no amor, isso porque sua mãe vai para o quinto casamento e sente uma tremenda decepção por nunca ter conhecido seu pai, um músico que nunca teve interesse em conhecê-la, mas que após o seu nascimento escreveu uma canção para ela, que se tornou um grande sucesso. 

"Não deixe ficar sério demais. Não deixe ele partir seu coração. E nunca, em hipótese alguma, saia com um músico" Essas são as regras de Remy para qualquer relacionamento, toda vez que percebe que a relação pode ficar mais intensa e profunda ela termina. O que percebi é que esses relacionamentos de Remy são bem superficiais, sabe? Ela nunca deixa algum homem conhecê-la de verdade, ou melhor, nem mesmo as pessoas que ela ama a conhecem tão profundamente.

Quando Remy visita Don Davis Motors, concessionária de seu novo padrasto, para acertar os detalhes do casamento - já que ela foi encarregada de organizar os preparativos da cerimônia - acaba conhecendo Dexter. Ele, literalmente, esbarra nela e diz que sentiu uma forte conexão entre eles e sabe que os dois deveriam ficar juntos imediatamente. O que vocês acham que a Remy faz numa situação dessa? Ela, claro, acha Dexter inconveniente e nem quer papo com ele, porém Dexter não vai desistir de ter uma chance com essa garota que o arrebatou. Ele é o tipo de garoto que Remy odeia: impulsivo, desajeitado, desorganizado e membro de uma banda. 

Mas Remy, diante de vários acontecimentos na história, acaba se deixando levar e decide aproveitar seu último verão em casa, já que terminou o colégio recentemente e vai estudar na Universidade de Stanford, a mais de 5 quilômetros de casa, e a relação dela com Dexter acaba quebrando barreiras que a protagonista jamais imaginou. 


Uma Canção de Ninar é um ótimo livro e dei nota cinco porque a história de Sarah Dessen é leve e envolve rapidamente, porém tenho que dizer que gostaria de um melhor desenvolvimento dos sentimentos da protagonista. Eu entendo os motivos dela ser tão cautelosa em suas relações, mas eu gostaria de ter mais detalhes, sabe? Queria paixão e tudo aquilo transbordando, mas depois que eu li, parei um momento e percebi que Remy não é o tipo de garota sentimental e que demonstra seus sentimentos tão abertamente, por isso eu não tirei nota da obra. Mas certamente esse motivo pode incomodar outro leitor, pois a leitura é diferente para cada pessoa.

Outro ponto que gostaria de mencionar sobre a Remy é sua personalidade. Não sei vocês, mas eu já vi tantos livros de protagonistas que não ama a si mesmo e tem dificuldade de lidar com isso, então eu fico o livro todo torcendo para que a protagonista possa descobrir quem ela é de verdade. Remy não é assim, ela sabe o que quer para si e sabe se colocar em primeiro lugar. Algumas vezes pode ser até rude, mas ela se apresenta como uma pessoa de atitude e, como qualquer pessoa, não é perfeita. Ela é cheia de defeitos, mas vai aprendendo com seus erros  com o passar da trama. 

Esse não é o melhor livro da Dessen e dessa vez a autora não abordou temas polêmicos, mas é uma história sobre os vários tipos de amor. Aquele amor que não te faz bem, o amor próprio, o amor de família, o amor por fazer algo que você ama ou mesmo o amor de encontrar a pessoa certa para você. 

A capa do livro é linda e quem leu o livro vai entender o contexto da capa, assim como o título. A diagramação é a típica da editora e a letra está numa fonte agradável para leitura. Se eu recomendo esse livro? Com certeza, principalmente para os fãs de Dessen. Mas se esse é seu primeiro contato com a escrita da autora eu recomendo começar por Os Bons Segredos ou mesmo Just Listen.

Quotes:
"Qual seria a sensação, me perguntei, de amar alguém tanto assim? A ponto de não conseguir se controlar quando a pessoa chegava perto, como se pudesse simplesmente se livrar de qualquer coisa que a estivesse segurando e se jogar sobre o outro como força suficiente para tomar conta dos dois?"
"Sabe, quando dá certo, o amor é realmente incrível. Não é superestimado. Há um motivo para existirem tantas coisas sobre ele."
"[...] E tudo se resumia a amor, ou a falta dele. Tudo o que arriscamos, sem saber muito bem, ao nos apaixonarmos ou nos afastarmos e nos fecharmos, protegendo nosso coração com toda a força."
"O destino do seu coração é escolha sua, e ninguém mais tem direito a voto."


15 comentários:

  1. Olá!
    Li Os bons segredos e gostei tanto que agora todo livro lançado da autora, me interessa bastante.
    Uma canção para ninar parece ser uma ótima leitura. Gostei do que você falou sobre a personalidade da protagonista, talvez me incomode um pouco, mas se tiver sido bem desenvolvido acredito que não será problema.
    Será uma das minhas próximas leituras.
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Já de cara adorei Dexter pelo fato dele ser desorganizado, impulsivo e fazer parte de uma banda rsrs
    Ainda não conheço a escrita da autora, mas já vi muitos elogios e estou muito curiosa para saber o que irá acontecer entre Remy e Dexter.
    Achei interessante a autora discorrer sobre os vários tipos de amores e fico triste por não ser a melhor obra da autora.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Toda vez que vejo um livro da Sarah Dessen quero ler também! Rs... É uma pena que os sentimentos da protagonista não tenham sido tão bem desenvolvidos, mas mesmo não sendo o melhor livro da autora vou ler. Amo obras que falam sobre vários tipos de amor, então a presença disso é um grande atrativo para mim.

    ResponderExcluir
  4. Oiee Jessica ^^
    Eu também gosto bastante da escrita da Sarah. Apesar de ter lido um dos livros dela e me decepcionado, li mais dois e adorei a ambos, então a balança está pendendo mais para o lado positivo...hehe' estou doida para ler este livro, minha irmã o leu e, assim como você, gostou bastante.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  5. Olá Jéssica!
    Já li muitos comentários a respeito dos livros da Sarah Dessen, mas ainda não li nenhum. Apesar de ter gostado bastante da premissa de Uma Canção de Ninar, vou seguir seu conselho e começar por outro da autora como Just Listen ou Os Bons Segredos. Espero gostar desses livros.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica!

    Eu ainda não li nenhum livro da Sarah Dessen, mas pelos comentários que já li são livros bem escritos. Mesmo você dizendo que esse não é o melhor livro da Dessen, eu ainda quero conhecer a história, pois achei interessante a sinopse e por mencionar que é uma leitura leve.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jéssica!
    Nossa também adoro a Sarah! Eu realmente também achei que ela poderia ter aprofundado mais nas questões sentimentais com a Remy, mas o Dexter totalmente me conquistou haha. Provavelmente foi por causa dele que devorei o livro, mas a história é uma delicinha de ler (e vai tão rápido!), mesmo realmente não sendo nem o melhor nem o meu preferido livro dela.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Jéssica! Sempre tive curiosidade pela escrita e pelos livros da Sarah e a sua resenha me deixou ainda mais interessada! Acho que eu ia gostar de ler "Uma canção de ninar". Gostei de suas observações sobre Remy, sua personalidade e o motivo de não ter tirado nota. O fato do livro abordar vários tipos de amor também me ganha, pois me parece algo que foge do clichê. Seus quotes também foram maravilhosos e essa capa sempre me instigou! Preciso agora ler para descobrir o porquê, né? rs
    Parabéns pela resenha!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro da Sarah, só escuto elogios a autora e quando vi esse livro já marquei na minha listinha, pois adorei o título, adorei a capa e fiquei com a sensação que irei amar a história! <3 Pela sua resenha fico bastante empolgada em ter meu exemplar nas mãos logo e espero gostar tanto quanto estou imaginando! <3

    ResponderExcluir
  10. Oi Jéssica!

    Nossa, finalmente alguém que concorda comigo: Dessen é a RAINHA dos YA mesmo! De cara assim não gostei muito da personagem. A gente não deve basear a vida amorosa da gente nos outros... Não quer dizer que vai dar errado pra gente, né? Simplesmente amei que a Sarah criou uma personagem segura de si dessa vez, viu... Tomara que eu goste tanto quanto você.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Jé, eu adoro os livros da Sarah e quando li Uma Canção de ninar fiquei sentindo falta de algo e acho que isso está ligado a personalidade de Remmy, por ela ser tão fechada como é a narrativa ficou muito crua e isso me incomodou um pouco, mas nem por isso deixei de gostar, só não é o melhor que li dela até agora!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Jessica. Tudo bem?
    Eu li esse livro e foi uma leitura maravilhosa. Achei lindas as metáforas sobre o os tipos de amor e as possibilidades de recomeçar, de viver coisas novas, de se permitir viver aquilo que pode ser algo lindo na nossa vida.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Eu fiquei super curiosa com esse livro - e até li o comecinho dele, mas parei porque fiquei com a sensação de que iria querer o livro completo. Agora ao ler sua resenha, fiquei ainda mais empolgada para ler o livro.
    Gostei de saber que a personagem é mais decidida do que o comum nas histórias, que tem defeitos e que aprende com eles. Acho que isso tras um bonus a mais para a leitura. E talvez, esse seja o livro certo para eu começar da autora. Por não ter um tema polemico, posso ler mais calmamente, sabe? E espero gostar como você gostou :)
    Já estava na lista, agora vai passar na frente de alguns outros...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem?
    Eu amei os bons segredos e estou louca para ler Just listen. Ela me pareceu ser uma pessoa dura, tentando evitar ao máximo se entregar às pessoas, como se permitir que alguém a amasse e amar também fosse muito doloroso. Pena que o livro não foi tão bom quanto os outros, mas ainda assim a mensagem das várias formas de amar sempre me emociona. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Jess!

    Bem, já tive contato com Bons Segredos, mas não foi uma leitura que me conquistou totalmente, apesar de ter sido boa, teve alguns pontos que me desagradaram bastante, no entanto, quero conhecer outras obras da Dessen e Uma Canção de Nina é um deles, até tenho na estante e estou ansiosa para ler, gostei de saber que a personagem tem atitude, isso é um pouco dificil mesmo em alguns livros, só uma pena que os sentimentos dela e sua digamos recusa no amor, não tenha sido aprofundado, enfim, irei ler e espero gostar sim! :D


    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014