17 outubro 2016

Resenha: Para Sempre Minha - Abbi Glines 

Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria.
Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar.
No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la.Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão. Skoob | Orelha de Livro | Comprar: Amazon | Submarino | Americanas
Autora Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 208
Nota: 4/5


Para Sempre Minha, de Abbi Glines, é um livro único para história de Bethy Lowry, mas também faz parte do nono volume da Saga Rosemary Beach, que é a combinação de várias séries (no final do post vou colocar a ordem de publicação). É fundamental que você leia pela ordem cronológica, mesmo sendo compostas por séries diferentes. É inevitável não ter spoilers dos livros anteriores, principalmente por causa alguns acontecimentos que ocorreram em outros livros da saga para que essa história seja contada. Então se não quiser saber é melhor não ler a resenha, mas não têm spoilers de Para Sempre Minha.

Depois de tantos livros dessa saga eu estava ansiosa por esse livro, principalmente por gostar tanto da personagem Bethy, que foi apresentada lá na primeira história e é a melhor amiga de Blaire, porém quem acompanha os livros desde o começo, precisamente nos livros de Woods e Della, sabe que seu namorado morreu afogado para salvá-la mais de um ano atrás. Jace era engraçado, divertido e amava Bethy de uma forma pura e intensa. Rush, Grant, Thad e Blaire eram seus amigos, mas Woods era seu melhor amigo. Perdê-lo não foi fácil para ninguém, mas Bethy, Woods e Tripp, seu primo, sentiram a perda com mais força.

Na adolescência de Bethy, ela se apaixonou perdidamente por Tripp. Eles tiveram um verão cheio de amor e alegria, mas foi interrompido quando o mesmo foi embora. Ninguém nunca soube disso e depois desse episódio de quando tinha 16 anos, Bethy nunca mais quis se apaixonar apenas aproveitava relações de uma noite, mas Jace mudou sua forma de ver a vida e ela deu uma nova chance, porém depois da perda ela voltou ao fundo do poço.

Tripp voltou a Rosemary Beach quando seu primo ainda era vivo e ver seu grande amor, a mulher da sua vida, junto com alguém que é da sua família e que ele amava não foi fácil; mas ele estava disposto a nunca revelar nada e deixar Jace viver seu amor com Bethy. Mas depois da morte do primo ele quis mantê-la a salvo e, mesmo que Bethy tenha muito raiva dele, Tripp quer proteger a mulher que ama.

"– Você sempre me lembra do que eu perdi. Do que perdi duas vezes. Eu só perco com você, Tripp. Você deixa destruição por onde passa. Não consigo aguentar perder mais nada."

Não é uma história fácil, é mais complicada do que apenas um romance de verão. Envolve algumas questões dolorosas para ambos. A perda. A morte. Não é fácil para Bethy, não é fácil para Tripp. Nunca é fácil, né? Uma das histórias mais difíceis que Abbi trouxe para Rosemary Beach.

Bethy e Tripp se amaram no passado. Bethy amou Jace. Jace amou Bethy. Tripp amou Jace. Bethy amou Tripp. Poderia ter sido um triângulo amoroso horroroso aqui, né? Mas não foi isso que aconteceu. Tripp foi um amor do passado que Bethy tentou superar ao viver um grande amor com outra pessoa. Ela conseguiu. Jace a mudou. Jace mostrou que o amor vale a pena. E Tripp amava Jace e queria sua felicidade, mesmo que isso custasse a sua. Mas depois de tamanho sofrimento e dor por ambos terem perdido uma pessoa que amavam tanto, o amor de Tripp e Bethy ainda estava lá e ele queria protegê-la e quem sabe um dia ter a chance de reconquistar o amor dela. Em Para Sempre Minha vamos reencontrar nossos personagens de Rosemary e ver como será a relação de Tripp e Bethy.

A leitura desse livro foi muito boa, a escrita da Abbi é rápida e concisa. Só algumas cenas especificas que gostaria que tivessem sido mais exploradas, principalmente as cenas do passado de ambos que gostaria que houvesse mais profundidade. A maioria dos personagens amadureceram e é bom acompanhar isso, mesmo que seja os secundários, um bom exemplo disso é Rush, que ficou bem melhor e que vem me surpreendendo.


Bethy é uma mulher que sempre gostei e não vai ser fácil para ela se recuperar, já Tripp sempre foi diferente dos outros amigos: é gentil, compressivo, atencioso e respeita o tempo de Bethy. Achei egoísta os motivos dele ter ido embora no passado, mas entendi que foi necessário. Bethy e Tripp só tinham 16 e 18 anos, respetivamente, então eram muito jovens, mesmo que isso não seja uma justificativa válida.

Para Sempre Minha mostra que apesar das histórias de Abbi Glines estarem cheias de clichês ela ainda pode se renovar e mostrar que um amor do passado nem sempre é uma coisa ruim, mas que também é normal termos mais de um amor em nossa vida. Que não é fácil recomeçar quando você perde alguém, mas que é normal e saudável seguir em frente e tentar superar o que passou, mas sempre mantendo aquela pessoa em seu coração e com as lembranças boas que viveu com ela. Abbi ainda mostra que as histórias nem sempre são o que parecem e que o perdão é válido quando é sincero.

Rosemary Beach é uma saga que alguns livros eu simplesmente amo e alguns fiquei decepcionada. Algumas vezes já pensei em desistir desses livros da Abbi, mas são histórias como de Bethy e Tripp que me guia para leitura de suas obras e preciso acompanhar a história desses personagens. Esse grupo de amigos que são tão ligados e que merecem a felicidade. Abbi Glines adora colocar cenas quentes em seus livros, apesar de eu não ser fã disso, só que depois de tantos livros dessa saga eu já sei o que esperar das cenas e acabo relevando, mas sempre desejando que ela diminua essas cenas especificas.  

A capa original do livro foi mantida e fico feliz, a diagramação é básica da editora com uma letra agradável para leitura e encontrei alguns erros de revisão. O décimo volume da saga Rosemary Beach é Kiro e Emily, que vai contar a história do vocalista da banda Slacker Demon e muito famoso na série por ser pai de Harlow. A Editora Arqueiro disponibilizou o livro gratuitamente, para fazer o download clique aqui. À Sua Espera, décimo primeiro volume da saga e que vai contar a história de Mase (irmão de Harlow), também já foi lançado pela editora e aguardem as próximas resenhas aqui no blog.

Quotes:
"Ela precisava de mim tanto quanto eu precisava dela. Nossa história não tinha terminado. Ela nunca terminaria."
"A vida é assim mesmo. Ou você encontra a estrada certa para a felicidade ou lamenta cada passo."

Saga Rosemary Beach:
1. Paixão Sem Limites (Blaire e Rush)
2. Tentação Sem Limites (Blaire e Rush)
3. Estranha Perfeição (Woods e Della)
4. Amor sem Limites (Blaire e Rush)
5. Simples Perfeição (Woods e Della)
6. Rush Sem Limites (Blaire e Rush)
7. A Primeira Chance (Grant e Harlow)
8. Mais uma Chance (Grant e Harlow)
9. Para Sempre Minha (Bethy e Tripp)
10. Kiro e Emily (Kiro e Emily)
11. À Sua Espera (Mase e Reese)
12. When You’re Back (Mase e Reese)
13. The Best Goodbye (Capitão)
14. Up In Flames (Nan)
*Dean Finlay: Abbi Glines confirmou (em seu site) um conto sobre o pai de Rush.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014