06 outubro 2016

Resenha: Sedução da Seda - Loretta Chase

Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon. 
Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna.
O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas.Primeiro livro da série As Modistas, Sedução da seda é como um vestido minuciosamente desenhado por Loretta Chase: de cores suaves e românticas em alguns trechos, mas adornado com os detalhes perfeitos para seduzir. Skoob | Comprar: Amazon | Submarino | Americanas

Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Nota: 3,5/5


"Sedução da Seda" é o primeiro volume da série As Modistas de Loretta Chase. A série é composta por quatro livros sendo "Escândalo de Cetim" o segundo, "Volúpia do Veludo" o terceiro e "Romance entre Rendas" o quarto. Nesse primeiro livo, que serve como introdução para a série, conhecemos as irmãs Noirot: Sophia, Leonie e especialmente Marcelline, a mais velha das três e protagonista do livro.

As três são modistas e têm uma loja na Inglaterra. Apesar de serem muito talentosas no que fazem ainda não são as mais famosas e nem as mais requisitadas, mas isso está prestes a mudar graças a um plano infalível. O duque Clevedon está em Paris, mas vai voltar a Inglaterra para pedir a mão de Lady Clara Fairfax em casamento e se elas conseguirem vestir a duquesa de Clevedon logo todas as outras damas da sociedades também virão a loja e elas dominarão esse mercado. Então é um plano bastante simples: uma delas deverá ir a Paris fisgar a carteira do duque Clevedon e é justamente isso que Marcelline irá fazer.

Desde o começo podemos perceber que Marcelline é muito decidida, independente, dona de si, sincera e batalhadora. Seu trabalho, além de sua filha Lucie, é sua paixão e é por meio dele que elas sustentam a família. 

"O que começara como um trabalho enfadonho – um ofício aprendido na infância, por pura necessidade de sobrevivência – havia se transformado no maior prazer e alegria da vida de Marcelline. Ela não era apenas a desenhista da Maison Noirot, mas também sua alma."

Quando ela coloca algo na cabeça, nada no mundo a faz tirar e é armada com essa determinação que ela atrai os olhos do duque Clevedon que achou que ela pudesse ser mais uma distração antes do seu casamento, mas nada o tinha preparado para Marcelline. É claro que o encontro dos dois é explosivo com faíscas para todo lado e isso não passou despercebido, pois logo surgem mexericos sobre o breve tempo dos dois em Paris quando retornam a Londres pondo em risco o plano das irmãs.

"Ele era um predador. Ela também era.”

Achei o livro divertido e não tinha nenhuma expectativa sobre ele antes de lê-lo porque nem sequer sabia da sua existência antes de tê-lo em mãos e foi uma boa surpresa. O final não foi surpresa para mim, mas foi legal ver o desenrolar das coisas e como as irmãs Noirot, agindo cada uma conforme sua expertise para cada atitude tomada para reverter as adversidades que iam aparecendo no caminho para alcançarem seu objetivo. Além das irmãs outras duas personagens femininas me conquistaram. Lucie, filha de Marcelline, e a Lady Clara. 

Lucie é uma criança com uma imaginação e tanto, cheia de charme, inteligente e quase tão esperta quanto a mãe. Já Clara, futura noiva do duque, poderia ter sido a antagonista do livro, mas foi ganhando personalidade e destaque próprio dentro do livro. Por isso e pelo "final" dela nesse livro acredito que seja muito merecido que ela tenha ganhado um livro só dela, "Romance entre Rendas" o quarto livro da série.

No geral gostei bastante do livro. O enredo é super leve e descontraído, sem grandes reviravoltas. Mas eu recomendo para quem gosta de livros com personagens determinadas a conquistar seus sonhos e para quem gosta de romances mornos.

Quote:
“Quando olhou para baixo e seus olhares se encontraram, certo e errado perderam o sentido. Eram da mesma espécie e os semelhantes se atraem. Ele a desejava. E ela, que conseguia lê-lo sem dificuldades, havia dito uma verdade incisiva após a outra.Sim, ele continuaria a desejá-la até conseguir tê-la. Então, se tudo fosse consumado, ele poderia se libertar dela.”





10 comentários:

  1. Oi Brenda, sua linda, tudo bem?
    Eu amei esse livro!!! Achei muito divertido ela dizer diretamente que queria a esposa dele como cliente e não ele. Adorei a reação dele. E depois o jogo que eles fizeram, foi estimulante. Estou louca para ler os outros livros da série. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ah, então o quarto livro é da Clara, até hoje não sabia porque eram três irmãs e quatro livros... rs... Bom, isso deixa óbvio o final desse livro... hehe... Não curto romances de época e, apesar da capa linda, não tenho vontade de ler, apesar de achar bem legal a mocinha ter uma filha e trabalhar para sustentá-la, é um diferencial interessante. Que bom que no geral gostou bastante.

    ResponderExcluir
  3. Olá! Nunca li romance de época, na verdade romance em geral não tem sido meu forte há um tempo. Gostei da forma que você traçou a personalidade da protagonista, parece bem forte. Não sei se leria agora, mas valeu a dica :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Brenda.
    Sua resenha ficou perfeita! Deu uma visão geral do que é a série e do que encontrar nesse primeiro livro.
    Acho interessante livros com essa temática de época, mas não faz muito o meu gênero de leituras.
    Imagino que para quem gosta, deve ser um prato cheio porque a história parece ser boa.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho a sensação de que o melhor do livro é a personalidade dos personagens. Fiquei encantada e curiosa com essa série principalmente pela Marcelline ter essa coisa de colocar algo na cabeça e fazer o que precisar para conseguir. Acho que isso deve deixar a leitura mais do que divertida.
    Apesar de você comentar que o romance é morno, espero curtir muito a leitura.
    E a Arqueiro caprichou muito nas capas da série, né?
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Ainda não tive a oportunidade de ler a obra, mas tenho muita curiosidade de conferir também como as irmãs Noirot conseguem passar por cada adversidade que vai surgindo.
    Gostei de saber que o livro é divertido e leve, o que pra mim torna a leitura muito agradável.
    Amei as capas dos próximos volumes! São lindas.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Brenda.

    Eu tenho vontade de começar a ler essa série, por causa das sinopse que chamaram minha atenção e sua resenha ajudou aumentar a expectativa que tenho pela história. Dica anotada, ainda mais sabendo que é um romance leve e divertido. Quero muito conhecer a serie inteira.

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi Brenda já li esse livro e concordo com você quanto ao final previsível, mas quais livros do gênero não seguem essa linha né? Bom, eu conheço outra série da autora e não posso dizer que essa é a melhor, mas ainda assim é uma leitura bacana, as farpas entre o duque e Marcelline me fizeram rir por boa parte e, sim, Clara é uma personagem e tanto tbm, alias todas elas são

    ResponderExcluir
  9. Olá! Adoro a capa desse livro e ele já está em minha lista de leitura. Adorei saber o seu ponto de vista, pois a maioria das pessoas o descrevem como um ótimo romance, cheio de reviravoltas e não apenas como um romance morno. Pela sua narrativa, tendo a ter a mesma opinião que você, pois se trata de um gênero muito batido, com os mesmos clichês (personagem feminina batalhadora à frente do seu tempo, "bonitão" que se apaixona pela beleza dela e explosão de desejo). De qualquer forma, vou dar uma chance à leitura, mas agora com menos expectativas do que estava até agora.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, Brenda! Adorei a sua resenha! Não conhecia o livro e, apesar de parecer uma história divertida, não chega a me atrair para a leitura. No entanto, gostei da forma como você fala dele e dos outros da série. Parece ser uma boa leitura para fãs do gênero!

    Beijos,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014