15 outubro 2016

Semana Especial das Crianças: Mauricio de Sousa

Já falamos sobre o papa brasileiro dos livros infantis e hoje vamos falar sobre o mago dos quadrinhos. Não há como negar que o império da Turma da Mônica é algo real e permanente, por mais que você prefira os quadrinhos estrangeiros. E por motivos de: li muito quando era pequena, ele foi o escolhido do dia de hoje! #democracia Hahahaha


Biografia

Eu sempre começo pela biografia porque acho que quando se conhece as raízes da pessoa e a trajetória de vida que a levou ser quem é hoje você consegue captar um pouco mais da essência dela e dá para perceber também, na maioria das vezes, que não foi do dia para a noite que ela começou a fazer sucesso. Dito isso, vamos ao Mauricio!

Mauricio de Sousa viveu num ambiente cercado de arte, pois seu pai era poeta, compositor e pintor, e sua mãe poetisa, sua casa sempre esteve cheia de livros, permitindo um ambiente bastante cultural. Queria viver profissionalmente do desenho e, para isso, em 1954, começou a procurar emprego de desenhista em São Paulo, mas só conseguiu uma vaga de repórter policial na Folha da Manhã. Passou cinco anos escrevendo esse tipo de reportagem, que ilustrava com desenhos bem aceitos pelos leitores.

Mauricio começou a desenhar histórias em quadrinhos em 1959, quando uma história do Bidu, seu primeiro personagem, foi aprovada pelo jornal. As tiras em quadrinhos com o cãozinho Bidu e seu dono, Franjinha, deram origem ao famoso menino de cabelos espetados Cebolinha. Atualmente Bidu, que é o animal de estimação de Franjinha, participa tanto com seu dono como em historinhas em que é o astro principal, dialogando com outros cães e até com pedras. Bidu é o símbolo da empresa de Mauricio, a Mauricio de Sousa Produções (quem já viu os filmes da Turma da Mônica sabe direitinho!!).

Em 1963, Mauricio de Sousa cria junto com a jornalista Lenita Miranda de Figueiredo, Tia Lenita, a Folhinha de S. Paulo. Sua personagem Mônica foi criada nesse ano. Em 1987, passou a ilustrar o recém-criado suplemento infantil d'O Estado de S. Paulo, o Estadinho, que até hoje publica tiras da Turma da Mônica.

Mauricio montou uma grande equipe de desenhistas e roteiristas e depois de algum tempo passou a desenhar somente as histórias de Horácio, o dinossauro. Os quadrinhos de Mauricio de Sousa têm fama internacional, tendo sido adaptados para o cinema, para a televisão e para os Vídeo-games, além de terem sido licenciados para comércio em uma série de produtos com a marca das personagens.

Há inclusive o parque temático da Turma da Mônica, o Parque da Mônica, localizado em São Paulo, que fechou em fevereiro de 2010. Já existiu também o Parque da Mônica de Curitiba, aberto em 1998 e fechado em 2000 e o do Rio de Janeiro, fechado no início de 2005.

Alguns de seus filhos que viraram personagens passaram a trabalhar com Mauricio; Mônica é responsável pela divisão comercial de alimentos e produtos licenciados, Magali colabora como roteirista e Marina ajuda na criação de novas histórias. Em maio desse ano, a família sofreu uma grande perda: Mauricio Spada, um dos filhos, morreu após um ataque cardíaco.

Personagens

Com Monteiro Lobato eu falei das obras, mas óbvio que vai ser meio chato colocar aqui todos os quadrinhos que Mauricio já escreveu, principalmente se considerarmos que na época que eu lia eles estavam comemorando a edição 200 da Mônica... Então optei por colocar alguns dos personagens mais importantes, que deram origem a revistinhas próprias:

  • Turma da Mônica (1959) - a turma original de crianças protagonizada por Mônica e seus amigos Cebolinha, Cascão e Magali numa cidade do interior de São Paulo;
  • Turma do Chico Bento - uma turma de crianças vivendo num meio rural, típico de cidades pequenas no interior do Brasil;
  • Turma do Bidu - personagens são animais de estimação (cachorros, gatos, etc.), com uso pesado de meta-linguagem (Bidu constantemente se envolve em diálogos com o 'Desenhista' da história);
  • Turma da Tina (1970) - adolescentes, envolvidos com faculdade, paqueras, etc. Os quadrinhos originalmente eram focados no cotidiano de Toneco e sua família, porém com o passar do tempo a irmã Tina tornou-se a protagonista junta de seus amigos; (Nossa! Não fazia ideia que tinha um Toneco, na minha época só tinha a Tina mesmo xD)
  • Turma do Penadinho (1964) - Aventuras cômicas com personagens típicos de histórias de terror (como um fantasma, um vampiro, um lobisomem, uma múmia e a própria Morte), no cemitério onde moram; (Eu adoraaava o humor ácido das histórias do Penadinho! Morte melhor pessoa <3)
  • Horácio (1963) - um pequeno dinossauro órfão, de grande coração. Diz-se que, através de Horácio, Mauricio expressa sua moral e ética;
  • Turma do Piteco (1961) - personagens adultas (mas histórias ainda infantis) numa pré-história estilizada (com homens caçando dinossauros para se alimentar, por exemplo);
  • Astronauta (1963) - um aventureiro espacial solitário que utiliza uma nave redonda. Note que é um astronauta brasileiro, de um fictício órgão chamado Brasa.


Li um pouco de todas essas histórias na minha infância, mas as que eu mais gostava eram as da Mônica, me identificava muito com esse negócio de dar porrada nos meninos (Ops!) e era ótimo esperar a revistinha da semana seguinte chegar. Depois de um tempo não acompanhei mais a evolução dos quadrinhos, mas sei que hoje tem várias revista da Mônica adolescente e que também é possível comprar edições de capa dura super estilosas, como uma da Turma do Penadinho que demos de presente de aniversário a um amigo.

Espero que você tenha gostado da nossa homenagem! E se tiver lido os quadrinhos da Turma intensamente compartilha com a gente aqui nos comentários, vai ser um prazer trocar figurinhas com vocês!

Fonte: Wikipedia



2 comentários:

  1. Na minha opinião a turma da Mônica faz parte da infância da maioria das crianças brasileiras, e até hoje. Comecei a me apaixonar por leitura exatamente pelos HQs da Mônica, e confesso que até hoje adoro, principalmente na fase da adolescência.

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito da Turma da Mônica, sempre lia os gibis, pena que na tv aberta não passe o desenho animado.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014