11 outubro 2016

Top 6 - Livros que marcaram a nossa infância/adolescência

Oi, gente! A maioria dos leitores tiveram aqueles livros que marcaram quando criança ou mesmo na adolescência, que sempre vão lembrar como uma nostalgia maravilhosa, né? Sabe aquele livro que foi o ponto de partida para você amar a leitura? Ou mesmo te proporcionou algo extremamente profundo que mesmo naquela época você nunca esqueceu? Esse nosso top 6 é para relembrar isso. Mas também têm vocês, leitores jovens, que estão começando agora e já tiveram leituras que te marcaram, né? Então conta para gente qual foi sua primeira leitura ou mesmo um livro que te marcou.


6. Como se livrar de um vampiro apaixonado - Beth Fantaskey
Brenda: Esse foi o primeiro livro que comprei na vida. Logo depois que comecei minha busca por séries de romance e fantasia, não poderia deixar de procurar livros que tivessem vampiros, é claro, tema que sempre me atraiu em filmes e novelas, com livros não foi e nem é diferente.

Em "Como se livrar de um vampiro apaixonado", Jéssica (protagonista que tem o mesmo nome que eu haha) era uma adolescente comum até que um garoto muito estranho invade a sua vida dizendo que são prometidos um ao outro e que ela é uma princesa vampira. Total absurdo! Jéssica não tem presas, não queima no sol, não se enfraquece com alho e a ideia de beber sangue é simplesmente, eca, nojenta.

Achando que o carinha é um pirado e que a sua família é bastante excêntrica ela não dá muita bola para essa mudança iminente, mas aos poucos as coisas vão mudando em relação a ela, ao que sente e a sua própria anatomia.

Eu amei o livro e a maneira como eles apresentaram os vampiros aqui, não só fisicamente, mas também a sociedade. Foi muito legal. Eu, particularmente, mudaria o nome do livro para "Como não se apaixonar por Lucius Vladescu", mas isso é o o que eu acho. E vocês? kkk

5. Percy Jackson e o Ladrão de Raios - Rick Riordan
Ana: Meu gosto pela leitura existe desde que eu me entendo por gente e eu passei por várias fases. A fase Monteiro Lobato, a dos gibis, de Harry Potter e livros fantásticos... Enfim, eu sempre estava lendo alguma coisa e depois de ter lido toda a série de Harry Potter eu senti que precisava de uma nova série para chamar de minha. Foi aí que conheci Percy Jackson e os Olimpianos. Gostei do livro, achei a história interessante e até me interessei por outros livros do autor por conta desse primeiro.

Li a série toda bem rápido, lembro como se fosse hoje da minha primeira compra no Estante Virtual, que foi exatamente de todos os outros livros, porque o primeiro eu peguei emprestado. Apesar de não achar que tinha a mesma qualidade de Harry Potter o livro supriu a necessidade de uma nova série para chamar de minha.

Como eu sou maníaca li todos os livros duas vezes e assisti ao primeiro filme e achei legalzinho, já o segundo achei péssimo e nunca mais quis saber de Percy nas telonas. Esse livro marcou uma fase de transição literária na minha vida e tenho um carinho especial por ele, porque acho que se eu tivesse lido o livro alguns anos antes teria me identificado mais com toda a trama. Foi com ele que senti a necessidade de ler coisas que me desafiassem mais e claro que hoje ainda leio alguns livros infanto juvenis, mas a série me marcou justamente por me fazer perceber essa transição, pela introdução ao autor e pela qualidade da escrita.

Não acho que essa série é a melhor que Riordan escreveu, mas ela tem um valor sentimental para mim, como já falei. Acabou que não tive a oportunidade de ler a série paralela que ele escreveu depois sobre a segunda profecia que envolve Percy e seus amigos, mas tá aí algo que eu vou programar para as férias! Se você ainda não leu, não perca tempo ;)

4. Sussurro - Becca Fitzpatrick
Brenda: Não li muito na minha infância. Lia de vez em quando quadrinhos e livros ilustrados. Fui tomar a leitura por hábito somente por volta dos meus dezesseis anos depois de assistir ao filme "Crepúsculo" e descobrir que era uma série de livros (#MeJulguem kkkk). Logo depois de terminar de ler toda a série procurei outras que misturam romance e fantasia também e assim encontrei meu livro favorito: Sussurro (série Hush, Hush).

Imagine não conseguir sentir um carinho, um abraço, dor. Simplesmente não ter tato ou qualquer sensação física. Essa é a realidade para Patch, um anjo que caiu na tentativa de ser humano, mas que não conseguiu o que desejava, agora ele vê em Nora a chance de tornar real o que tanto deseja.

Mesmo usando um tema já conhecido como o de anjos, a autora conseguiu escrever uma história original, completamente envolvente e apaixonante e cheia de frases maravilhosas.

Apesar do livro começar num ambiente escolar com o decorrer da história a trama acaba se distanciando e ganhando cada vez mais suspense com cenas eletrizantes de tirar o fôlego. A leitura é muito ágil, direta, cheia de surpresas e grandes acontecimentos, que giram em torno da protagonista. A capa é linda, com uma textura diferente e já mostra que o livro fala de uma anjo caído. 

Li Sussurro pela quarta vez ano passado. Quisera eu poder esquecer por completo essa história para me deliciar novamente com a sensação de lê-la pela primeira vez, mas o Patch é inesquecível (entendedores entenderão), e as vezes eu sinto a necessidade de reviver a história, de deixar que ele me irrite, me tire do sério e roube meu coração mais uma vez.

3. O Diário de Zlata - Zlata Filipovic
Jéssica: O Diário de Zlata foi o primeiro livro que eu li porque eu queria. Na escola, a professora passava alguns livros (como A Tulipa Negra, A Cartomante, Os Miseráveis) e depois a gente fazia trabalhos sobre isso e eu adorava tudo que ela passava. Mas O Diário de Zlata eu fui na biblioteca e escolhi ele. Foi a primeira vez de muitas que aconteceriam posteriormente, a primeira que eu olhei e decidi por conta própria que eu queira fazer isso.

Zlata Filipovic conta no diário o horror que ela e sua família presenciaram durante a guerra de Sarajevo, que ocorreu entre 1992 a 1996.

O Diário de Zlata é uma história real de uma sobrevivente da guerra que viu sua infância tranquila se transformar em mortes e bombas. É um livro que sempre vai ficar guardado em minha memória, tanto pela história quanto o que o livro representa na minha história como leitora.

2. A Pirâmide Vermelha - Rick Riordan
Ana: A Pirâmide Vermelha foi um livro que me marcou muito também porque li ainda na fase de transição que contei ali em cima. Logo depois que li Percy Jackson e os Olimpianos percebi que Rick Riordan era uma máquina de contar histórias com o objetivo de falir todos que gostam do seu livro Hahahaha

Quando descobri a série Crônicas dos Kane eu fiquei curiosa porque era composta por personagens diferentes com um objetivo diferente e por uma nova mitologia. Como a abordagem mitológica foi a parte que mais me agradou na série do Percy eu quis apostar logo nos Kane porque era uma oportunidade de aprender sobre mitologia egípcia.

Não me arrependi nem por um minuto de ter iniciado a leitura, me apaixonei de primeira por Sadie e Carter e confesso que gostei mais da escrita do autor nessa série que na do Percy. Tive a impressão de que ele estava mais seguro de si. Imagino que a segunda série do Percy que aborda a mitologia romana deve ser bem interessante também. Como disse lá em cima, projeto de férias, aí vou eu!! Se você ainda não leu CORRE que ainda está em tempo, li a trilogia bem rapidinho e adorei.

1. Orgulho e Preconceito - Jane Austen
Jéssica: Durante minha vida escolar no Ensino Médio meu lugar preferido na escola era a biblioteca. Sempre que podia estava lá, olhando os livros, procurando algo que me interessasse, assim aconteceu com Sangue de Lobo, os livros de Nora Roberts, Meg Cabot, a série House of Night, entre outros livros e autores que acabei conhecendo durante os três anos. Mas uma autora especificamente roubou meu coração: Jane Austen. Orgulho e Preconceito têm tantas edições, né? Mas foi uma capa que normalmente não me chamaria a atenção foi o que despertou a minha curiosidade sobre a história. 

Eu tentei achar a capa que li o livro pela primeira vez, mas não encontrei. Era uma edição bem antiga e revirei essa internet para encontrar, porém não foi possível. Mas eu lembro que indaguei comigo mesma o motivo desse título ser assim. Fiquei curiosa e decidir ler e foi ai que eu me apaixonei por Austen, Darcy, Lizzie. Um amor que sinto até hoje, pela autora, por outros livros, por tudo que ela representa para literatura.


Esse normalmente é um top 5, mas cada uma de nós queríamos compartilhar dois livros que marcaram nossa vida, então decidimos mudar um pouco a coluna original. E, ai? Digam para a gente nos comentários se vocês já leram algum desses livros. Ah... continuem acompanhando a semana especial, ainda vai ter muita coisa legal por aqui.




3 comentários:

  1. Olá.
    Desses livros li apenas Percy Jackson e O diário de Zlata. Nunca tinha visto o segundo em nenhum outro blog. Achei o máximo. Muitos livros marcaram minha infância e adolescência.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. Amo o livro O Diário de Zlata é tão doce e triste ao mesmo tempo. Li quando tinha uns 15 anos e estava na fase que só lia livros tipo diários. A primeira lembrança de livro que li e marcou de aluma forma foi O menino Amarelinho - Ganymédes José, lembro que chorrei muito com o final da historia, tinha uns 10 anos na época.
    Uma lembrança leal são os livros da serie vaga-lume, adoro as historias e tenho muitos livros da serie ainda.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014