02 janeiro 2017

TOP 10 - Autores Internacionais

Oi, gente! Esse normalmente é um top 5, mas cada uma de nós queríamos compartilhar com vocês várias indicações de autores para começar o ano de 2017 com a lista imensa, né? Nesse top 10 vamos falar sobre autores internacionais que gostamos muito.


10. Gillian Flynn
Brenda: Gillian Flynn é jornalista e, antes de se dedicar integralmente à carreira de escritora, trabalhou por dez anos como crítica de cinema e TV para a Entertainment Weekly. Nascida na cidade de Kansas, no Missouri, e formada em jornalismo e inglês pela Universidade do Kansas, Gillian escreveu durante dois anos para uma revista de negócios na Califórnia e concluiu um mestrado em jornalismo na Northwestern University, em Chicago. Além de Garota exemplar, é autora dos premiados "Objetos Cortantes" e "Lugares Escuros". Seus livros foram publicados em vinte e oito países e tiveram os direitos de adaptação cinematográfica vendidos. Eu fiquei completamente maluca depois de ler "Garota Exemplar" e super ansiosa para ler todos os livros dela e conferir se são tão inteligentes e perturbadores. Li "Objetos Cortantes" e confirmei que é e estou aceitando os outros de presente, hahaha. ;)

9. Juliet Marillier
Jéssica: Juliet Marillier é uma autora de fantasia, conhecida aqui no Brasil pela série Sevenwaters, que é publicada pela Butterfly Editora. Eu tenho essa série e sou completamente apaixonada pela escrita da autora, que é envolvente e encantadora. Quem gosta do período celta e magia vai amar Filha da Floresta.

8. Patrick Rothfuss
Ana: Faz uns dois anos que li O Nome do Vento, o primeiro livro de uma trilogia que conta a história de Kote um estalajadeiro que tenta passar despercebido na vida, mas que é dono de feitos inimagináveis. Ele começa a contar sua história quando é reconhecido por um cantor, que deseja saber se os feitos das músicas são reais. Ele diz que vai contar a história de sua vida em três dias e que ele deve anotar o mais rápido que puder. Você já pode imaginar que, por ser uma trilogia, cada livro vai ser um dia dessa conversa de volta ao passado dos dois e que a maior curiosidade que eu sinto é por conta do nome da série ser A Crônica do Matador do Rei. Se ele esconde o passado e o nome da série é essa, muitas coisas aconteceram para ele passar de Matador a estalajadeiro e eu morro de curiosidade de saber o que foi. O probleminha básico é: Só tem dois livros, faz anos que estou aguardando o terceiro e ele ainda não tem previsão de lançamento. Só sei de duas coisas: 1- O título é The Doors of Stone e há boatos de que pode ser publicado em duas partes; 2- A série vai virar filme e o produtor é Lin-Manuel Miranda, da Lionsgate, empresa para a qual Rothfuss vendeu os direitos da trilogia. Ainda não li O Temor do Sábio que é o segundo livro porque não quero ficar sem o terceiro livro, mas ano que vem completa 10 anos da publicação do primeiro livro, pode ser que isso nos dê um pouco mais de esperança Hahahaha

7. Becca Fitzpatrick 
Brenda: Becca Fitzpatrick cresceu lendo romances de espionagem à luz de uma lanterna, embaixo dos cobertores. Em um dado momento, passou a sonhar em ser uma espiã sexy e perigosa. Com formação na área da Saúde, logo abandonou tudo para se dedicar a escrever – atividade que pode ser tão sexy e perigosa quanto sua imaginação permitir. Se não estiver entre livros, Becca provavelmente estará praticando corrida, garimpando sapatos nas prateleiras de liquidação ou assistindo a séries de investigação na tevê. Becca mora no Colorado, Estados Unidos. Sussurro é sua estreia literária. Ela é autora da minha série favorita. Só posso dizer que li todos os livros desta mulher lançados até hoje no Brasil e quero ler todos os que ainda vão lançar.

6. Jeaniene Frost
Jéssica: Vampiros! Eu amo histórias com vampiros, então quando conheci essa autora pela indicação da Rapha, do Equalize da Leitura, há muito anos fiquei encantada com sua escrita e o universo criado pela Jeaniene. Sua série mais conhecida é Night Huntress, publicada aqui no Brasil pela Novo Século, onde conta a história da meia-vampira Catherine Crawfield e o caçador de vampiros Bones. Vale a pena conhecer essa jornada desse casal destemido e maravilhoso.

5. Ken Follett
Ana: Eu tenho meio que uma relação de idolatria com esse cara por causa de tudo o que já ouvi falar de Pilares da Terra. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas estou me esmerando para colocá-lo na lista de leituras do ano que vem. Consegui ler esse ano o livro As Espiãs do Dia D, que conta a história de Flick, uma agente especial Britânica que coordena uma célula de resistência a Hitler na França. Sim, a história se passa durante a segunda guerra mundial a poucos dias da invasão dos aliados a França. Dia que ficou conhecido como dia D porque foi ali que o jogo virou e Hitler perdeu a guerra. Na história, essa célula tem o dever de explodir a central de comunicações de Paris para dificultar a difusão da notícia da invasão impedindo a chegada de reforços imediatos a França. Tem uma resenha aqui no blog com mais nuances da história, vale a pena ler. Cada dia que passa mais eu percebo que gostei da história e acho que vou ler novamente ano que vem para selar a paz com aquele sentimento inicial de que eu estava frustrada com o que tinha lido. Ainda quero ler Pilares da Terra e a trilogia O Século, esse segundo também se passa na Segunda Guerra Mundial e eu sou apaixonada por livros que mesclam história e ficção. Tem vários outros livros escritos por ele também, mas vou deixar para depois dessas prioridades.

4. Jandy Nelson
Jéssica: Quando eu penso em Jandy Nelson me vem a mente O Céu Está Em Todo Lugar. Apesar da editora Novo Conceito ter publicado outra obra da autora aqui no Brasil, esse livro é o meu preferido. A autora já foi indicada para o Goodreads Choice Award de Melhor Ficção Young Adult em 2014 por uma outra obra, Eu Te Darei o Sol, mas a obra dela que fez mais sucesso aqui no Brasil foi O Céu Está Em Todo Lugar e, assim como tantos leitores, eu amei essa obra tão delicada e comovente.

3. Gwendolyn Womack
Ana: Tive a oportunidade de ler o livro de estreia da autora, O Pintor de Memórias, e minha nossa! Gostei da escrita, da trama, de tudo! O livro conta a história de Bryan e Linz, que se conheceram em um museu de Boston, mas vão descobrir que tem muita coisa em comum além de terem voltado recentemente para a cidade e gostarem de jogar xadrez. Na resenha eu conto mais detalhes, mas é uma história sobre reencarnações e conspirações, que me prendeu do início ao fim e foi um dos melhores livros que li esse ano. Ela já está escrevendo um segundo livro com previsão de lançamento para o ano que vem, estou curiosa para saber como será sua nova história.

2. Katie Dale
Jéssica: Mesmo com outras obras eu só li apenas um livro da Katie Dale e foi Vidas Trocadas, publicado pela Benvirá, selo da Editora Saraiva. É um romance sublime, comovente e que faz a gente repensar em nossos conceitos, valores e opiniões. A autora ainda relatou de forma delicada e coerente a doença de Huntington, que particularmente não conhecia até ler o livro. 

1. Kat Falls
Jéssica: Ela escreve sobre ficção científica e suas obras mais famosas são Dark Life e Rip Tide, que conta a história de Ty, uma garoto que vive no fundo do mar. A Ciranda de Letras foi a responsável pela publicação desses dois livros aqui no Brasil e foi uma grande surpresa pra mim. Tem aventura, suspense e um mundo completamente novo sobre uma sociedade que sobrevive na vida marítima.


E, ai? Digam para nós nos comentários se vocês já leram algum desses livros ou conhecem os autores indicados. Beijos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário. Volte Sempre!



ilustração por Lanillu | desenvolvido por Sete Coisas | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - COPYRIGHT © 2014